Home / POLICIAL / Identificada mulher que foi jogada para fora de veículo na BR-230 na PB

Identificada mulher que foi jogada para fora de veículo na BR-230 na PB

A estudante tem 17 anos e é natural de Bonito de Santa Fé.
Ela mora em Cabedelo há 3 meses.

 10246632_449659325137602_8076632115239052661_n

Foi identificada na manhã desta segunda-feira (28) a mulher que foi jogada para fora de um veículo em movimento na noite do sábado (26) na BR-230, em João Pessoa. De acordo com informações da polícia, a estudante de 17 anos é natural de Bonito de Santa Fé, no Alto Sertão do Estado, distante cerca 478km da capital. Ela foi reconhecida por uma amiga, com quem mora emCabedelo há cerca três meses, segundo informou o condutor socorrista do Samu, Washington Alencar, que trabalhou no atendimento da vítima.

O caso aconteceu por volta das 21h do sábado nas imediações da comunidade Santa Clara, no Conjunto Castelo Branco, no sentido praias-UFPB.  Segundo uma testemunha, que preferiu não se identificar, ao ser lançada, a vítima bateu com a cabeça e rolou pelo acostamento. De acordo com o boletim médico do Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena (HETSHL) o estado de saúde da estudante é considerado grave.

De acordo com informações do condutor socorrista, a estudante saiu de casa para receber um pagamento pelo serviço de babá e em seguida iria comprar passagens para cidade natal na rodoviária de João Pessoa. Ao sair de casa ela pegou um transporte alternativo, ainda segundo Washington Alencar. Durante o percurso, ela teria trocado mensagens com a amiga nas quais dizia que estava com medo do motorista.

Uma tia da vítima, que mora no bairro de Tambaú, está acompanhando a jovem. A mãe dela já foi avisada e está viajando para capital, segundo confirmou o condutor socorrista do Samu. A Delegacia de Homicídios da capital assumiu o caso, que está sendo tratado como tentativa de assassinato.

 

Fonte: G1 PB

Sobre Hudson Almeida

Veja Também

Polícia vai investigar se ossada humana encontrada em mata fechada é de criança desaparecida

Os peritos do Gemol vão examinar a ossada para que seja identificada a idade e ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.