Home / PARAÍBA / Mãe diz que porta de ônibus causou trauma de crânio em bebê na Paraíba

Mãe diz que porta de ônibus causou trauma de crânio em bebê na Paraíba

Criança de um mês teve afundamento de crânio e passou por cirurgia.
Mãe diz que motorista fechou a porta do ônibus e atingiu a cabeça do bebê.

Um bebê com apenas um mês de vida teve um afundamento de crânio, possivelmente provocado pela porta de um ônibus coletivo na última quarta-feira (30) em Campina Grande.

O acidente aconteceu no Terminal de Integração de Passageiros da cidade, quando a mãe descia com o bebê do ônibus nos braços e a porta do coletivo teria se fechado, atingindo a cabeça da criança.

A mãe do bebê, a estudante Nara Yasmim disse que estava descendo do ônibus quando o motorista do coletivo fechou a porta. Segundo o relato da estudante à equipe de reportagem da TVParaíba, ela foi a última pessoa a descer do ônibus e ainda gritou, mas o motorista abriu a porta e em seguida foi embora do local, sem oferecer ajuda.

O bebê foi levado para o Hospital da Criança e em seguida transferido para o Hospital de Emergência Trauma de Campina Grande, onde passou por um procedimento cirúrgico.

“Desci na integração, aí o motorista fechou a porta quando eu estava descendo, uma porta fechou na cabeça dele, que ele estava deitado no meu braço e a outra fechou no meu braço, do outro lado. Eu gritei, mas ele não desceu, só abriu a porta, quando eu desci, ele foi embora”, contou Nara Yasmim.

De acordo com o neurocirurgião Marcos Wagner, apesar de estar acordada a criança apresentava uma deformidade na região lateral do crânio.

“A criança chegou acordada e tudo, mas com uma deformidade na região lateral do crânio, fizemos uma pequena incisão, houve a correção da falha e algumas horas depois ela já foi para a enfermaria sem nenhuma sequela, tanto neurológica como estética”, explicou Marcos Wagner.

O motorista que conduzia o coletivo não teve o nome divulgado. A mãe do bebê informou apenas o nome da empresa que o motorista presta serviços e fez um apelo para que o caso não fique na impunidade. “Eu peço justiça porque não pode ficar assim, aconteceu comigo e acontece com várias outras pessoas”, disse a mãe da criança.

Outros usuários também disseram que casos de acidentes com passageiros provocados por motoristas de ônibus são comuns no Terminal de Integração de Campina Grande.O diretor do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros (Sitrans) informou que irá pedir o arquivo de vídeos do ônibus para analisar o caso.

Do G1 PB com TV Paraíba

Sobre Hudson Almeida

Veja Também

MPF-PB investiga contas de campanha de radialista candidato a deputado federal

Emerson Machado, conhecido como Mofi, é alvo de procedimento preparatório eleitoral por supostas irregularidades em ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.