Home / NOTÍCIAS / BOMBA: Reginaldo Pereira chora, lança desafio a vereadores e revela ameaça de Netinho

BOMBA: Reginaldo Pereira chora, lança desafio a vereadores e revela ameaça de Netinho

Na entrevista, Reginaldo rebate ponto a ponto as quatro denuncias que culminaram com sua cassação

O prefeito cassado de Santa Rita, Reginaldo Pereira, concedeu entrevista ao comunicador Jota Júnior, que está sendo divulgada nas redes sociais, onde lança um desafio aos seus vereadores da cidade que lhe cassaram o mandato: Reginaldo disse que se apresentarem uma prova das denuncias que acabaram com sua cassação, ele renuncia seu mandato em Praça Pública. Reginaldo revelou também que chegou a ser ameaçado pelo atual prefeito, Netinho de Várzea Nova, na época seu vice-prefeito.

Na entrevista Reginaldo rebate ponto a ponto as quatro denuncias que culminaram com os processos de cassação na Câmara de Vereadores da cidade. Ele garante ter provas de sua inocência e desafia os vereadores a apresentarem uma única prova destas denuncias, ele renuncia seu mandato.

Sobre a denuncia de nepotismo, Reginaldo disse que o próprio Ministério Público mandou arquivar a denuncia, mas mesmo assim os vereadores o cassara. Ele admite que sua esposa, filho e nora participavam do governo, mas na condição de secretários, o que é permitido.

Já sobre a acusação de ficar mais de 15 dias fora da cidade sem passar o cargo ao vice-prefeito, ele também rechaça e afirma que os próprios vereadores tem documentos da Polícia Federal que provam que passou apenas 7 dias fora do país, quando é permitido até 15.

Reginaldo revelou ainda que no inicio do mandato, uma pessoa ouviu o vice-prefeito Netinho dizer a outras pessoas quando tomava café em um restaurante que se seus aliados fossem demitidos, era capaz de mandar matar o prefeito. “Eu não sabia que vivia envolvido com tantas pessoas perigosas, por que o que eu disse a ele que no meu governo ninguém vendia nota fria, ninguém fazia falcatrua”, declarou.

Confira a entrevista na íntegra:

WSCOM

Sobre Hudson Almeida

Veja Também

‘Quando ele me colocou no corredor, achei que fosse morrer’, diz 15ª mulher a acusar João de Deus de abuso sexual

João de Deus durante atendimento em Abadiânia Foto: Daniel Marenco/06.07.2018 As denúncias contra João Teixeira ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.