Home / ESPORTE / Contra Colômbia, Brasil espera adversário favorável que joga e deixa jogar

Contra Colômbia, Brasil espera adversário favorável que joga e deixa jogar

Time de Felipão pode apostar em espaços deixado pelo rival nas quartas

brasil

A Colômbia tem o artilheiro da Copa do Mundo, o segundo melhor ataque e uma das melhores defesas da competição, mas ainda assim a seleção brasileira espera encontrar nesta sexta-feira um adversário bom para o estilo de jogo do Brasil e que não tem a tradição de transformar os duelos entre as equipes em “guerras”.

A seleção colombiana faz seu melhor Mundial na história e chega para o jogo das quartas de final, no Castelão, em Fortaleza, como destaque do torneio com quatro vitórias em quatro jogos e tendo o camisa 10 James Rodríguez como artilheiro com cinco gols, enquanto o Brasil ainda não convenceu na competição e passou um sufoco contra o Chile nas oitavas de final.

Os brasileiros, mesmo assim, estão satisfeitos com o rival que terão pela frente, e estariam mais preocupados caso o Uruguai tivesse vencido a Colômbia nas oitavas e avançado para o jogo com o Brasil.

Na avaliação dos jogadores e da comissão técnica do Brasil, a Colômbia tem um estilo de jogo ofensivo similar ao brasileiro, que deixa espaços para o adversário também jogar, o que normalmente é bem aproveitado pela seleção — como aconteceu na vitória por 3 x 0 sobre a Espanha na final da Copa das Confederações do ano passado.

Além disso, a equipe colombiana não tem um histórico de rivalidade acirrada com o Brasil, como garantiu o treinador Luiz Felipe Scolari em entrevista coletiva no dia de véspera do jogo.

— Contra a Colômbia não temos guerra. Quando não se tem essa guerra nossos jogadores se sentem mais à vontade. Oponentes como Argentina, Uruguai e Chile jogam em cima do nosso time com malandragem, perspicácia, e a gente não tem isso que eles têm. Alguns adversários são um pouco mais difíceis do que outros, o Brasil têm características que dá para jogar melhor contra A do que contra B.

O Chile, que o Brasil venceu nas oitavas de final nos pênaltis após um jogo tenso em que levou uma bola no travessão no segundo tempo da prorrogação, era motivo de preocupação de Felipão desde o sorteio dos grupos do Mundial, no fim do ano passado, por aliar um estilo de jogo aguerrido com a catimba.

Já os colombianos, apesar de terem sido apontados pelo treinador brasileiro como “bem melhores” que os chilenos tecnicamente, não sãos vistos com o mesmo temor pelo zagueiro e capitão Thiago Silva.

— É bom para a gente essa equipe que vem para cima, que joga. Tecnicamente falando a equipe da Colômbia é diferenciada por ter essa qualidade de querer jogar e isso ajuda. A nossa seleção também tem qualidade e fica um jogo muito aberto.

O primeiro confronto Brasil x Colômbia em uma Copa do Mundo representará também o primeiro grande duelo individual de Neymar neste Mundial, tendo do outro lado o colombiano James Rodríguez. Os dois jogadores de 22 anos foram fundamentais para seus times chegarem às quartas e também serão chave no jogo.

Vários jogadores da seleção brasileira exaltaram o talento de James antes do duelo, mas Felipão descartou realizar uma marcação especial sobre o camisa 10 do time adversário.

— Vamos fazer marcação sobre a Colômbia, não vejo que nenhum time tenha feito marcação especial sobre qualquer time. Vamos fazer a marcação por setor como sempre jogamos.

O vencedor de Brasil x Colômbia enfrentará nas semifinais o ganhador de França e Alemanha, que jogam também nesta sexta-feira, no Maracanã. Os últimos quatros jogos entre os dois rivais sul-americanos terminaram empatados.

Veja Também

No tie-break e de tirar o fôlego, Brasil consegue virada histórica sobre a Argentina

Após sair perdendo por 2 sets, seleção consegue embalar e derrota rivais argentinos em virada ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.