Home / ESPORTE / NÃO FOMOS OS UNICOS A PASSAR VEXAME: Brasil havia sido o último a emplacar 7 a 1 em uma Copa

NÃO FOMOS OS UNICOS A PASSAR VEXAME: Brasil havia sido o último a emplacar 7 a 1 em uma Copa

Resultado ocorreu em 1950, contra a Suécia; maior goleada foi na Copa da Espanha

 

Felipão reuniu jogadores e elenco deixou o campo de cabeça erguida
Felipão reuniu jogadores e elenco deixou o campo de cabeça erguida

derrota por 7 a 1 do Brasil para a Alemanha, na semifinal do Mundial de 2014, foi uma das cinco piores da história das Copas.

E na última vez que este resultado havia acontecido em Mundiais, o algoz foi exatamente o Brasil, que, na Copa de 1950, também venceu a Suécia, pelo mesmo placar, no Maracanã. Na Copa de 1934, a Itália, em casa, também fez 7 a 1 nos Estados Unidos.

A maior goleada nesta competição continua sendo Hungria 10 x 1 El Salvador, na Copa do Mundo da Espanha (15/6/82). Em segundo lugar, está a vitória da Iugoslávia por 9 a 0 sobre o Zaire, na primeira Copa da Alemanha (18/6/74). Vinte anos antes, na Suíça, a Hungria fez 9 a 0 na Coreia do Sul (17/6/54).

A mesma Alemanha protagonizou a terceira maior goleada, vencendo a Arábia Saudita por 8 a 0 (1/6/02). Também por 8 a 0, a Suécia arrasou Cuba, em 12/6/38.

Já na Copa do Mundo de 2010, em 21/6, Portugal goleou a Coreia do Norte por 7 a 0, com direito a Cristiano Ronaldo fazer um gol após dominar a bola com as costas. Na Copa de 1974, a Polônia, que ficaria com a terceira colocação foi impiedosa com o Haiti, emplacando 7 a 0 no dia 19/6/74.

A Copa de 1954 parece ter sido uma competição de resultados marcantes. A Turquia fez 7 a 0 na Coreia do Sul (20/6/54) e o Uruguai não perdoou a Escócia, goleando os europeus pelo mesmo placar (19/6/54).

A própria Alemanha, na primeira fase da Copa de 1954, foi goleada pela Hungira por 8 a 3. A diferença das outras goleadas citadas é que, na final, contra a mesma seleção, os alemães aprenderam a lição e venceram por 3 a 2, ficando com o título mundial.

Veja Também

Bolsa Atleta contempla 80% da delegação brasileira em Tóquio

Programa paga valores mensais para atletas de alto rendimento Nas Olimpíadas de Tóquio, no Japão, ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.