Home / PARAÍBA / Usuários reclamam da proposta da nova tarifa de ônibus de João Pessoa

Usuários reclamam da proposta da nova tarifa de ônibus de João Pessoa

Conselho Tarifário da capital aprovou o valor de R$ 2,40 para a passagem. Até a terça-feira (22), o prefeito Luciano Cartaxo deve avaliar a proposta.

No início da noite, alguns veículos voltaram a circular em João Pessoa (Foto: Frederico Martins/G1 PB)
Novo valor provocou reação dos usuários dos transportes públicos (Foto: Frederico Martins/G1 PB)

A proposta da nova tarifa para a passagem dos ônibus de João Pessoa deve ser apreciada pelo prefeito Luciano Cartaxo até a próxima terça-feira (22), segundo a assessoria da Prefeitura de João Pessoa (PMJP).

O novo valor de R$ 2,40 aprovado pelo Conselho Tarifário Municipal na sexta-feira (18) provocou reação dos usuários dos transportes públicos da capital.

O garçom Josiel Alexandre da Silva disse ter um gasto mensal de R$ 132 por mês apenas com o pagamento de passagens e o aumento previsto deve pesar nas despesas. “É pra quebrar no final do mês um aumento desses”, frisou.

A passageira Nilde Duarte Rocha encarou o valor proposto pelo Conselho Tarifário Municipal como apenas mais um aumento que atinge o bolso do trabalhador.  “Esse é mais um aumento como foi o da água, luz, mas o pessoal só questiona o da passagem”, observou.

Desde o segundo semestre de 2013 o valor da passagem é de R$ 2,20. Por conta das manifestações de rua organizadas pelo Movimento Passe Livre o executivo municipal recuou no valor da tarifa de R$ 2,30 que estava em vigor desde o início do ano.

A capital tem 82 linhas que resultam na operação de 468 veículos e uma média de 260 mil passageiros por dia. Por meio de uma rede social o ‘Avante DCE UFPB’ convocou os estudantes do Campus I de João Pessoa para acompanhar a reunião do Conselho Tarifário Municipal e pressionar para evitar um aumento no valor da tarifa.

Impedidos de entrar no prédio da Secretaria Executiva de Mobilidade Urbana, os estudantes protestaram na frente do prédio, localizado no Cristo. A Polícia Militar e a Guarda Municipal foram acionadas pela autarquia para dar suporte na segurança do imóvel e conter a possibilidade de invasão dos manifestantes.

Do G1 PB

Veja Também

VITÓRIA CONTRA A CENSURA: Repórter Gustavo Chaves ganha na justiça processo contra Instagram

Uma decisão da 2ª Vara Regional Cível de Mangabeira, em João Pessoa, determinou a reativação ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.