Home / POLICIAL / Homem teria matado esposa, morre em acidente e filho de 3 anos do casal explica a PM

Homem teria matado esposa, morre em acidente e filho de 3 anos do casal explica a PM

Mulher foi achada em um matagal depois que a criança disse localização à polícia; homem que

supostamente a assassinou teria fugido de moto e se jogado na frente de um carro na PB-177

policia_plantao_policial19

Um homem morreu em um acidente de moto na tarde desta terça-feira (22) depois de supostamente ter matado a esposa na cidade de Soledade, a 165 km de João Pessoa. A polícia chegou até o corpo da mulher depois que o filho do casal, uma criança de três anos, deu as informações.

Leia Mais Noticias no Portal Santa Rita Verdade

Os detalhes da ocorrência foram repassados pelo major Sérgio Fonseca, comandante do 10º Batalhão da PM. Segundo ele, o homem teria assassinado a mulher e depois fugido em uma moto pela PB-177, estrada que liga Soledade à cidade de São Vicente, onde teria se jogado na frente de um carro. Ele morreu no acidente. O carro que se chocou com a motocicleta capotou e a moto foi destruída por um incêndio, logo após a colisão. Duas pessoas estariam no automóvel, mas a situação delas após o acidente não foi informada.

“Essas são as informações iniciais; ainda estamos averiguando e tudo foi baseado no que a criança de três anos informou durante a apuração”, disse o major.

De acordo com informações da Delegacia de Polícia Civil em Soledade, a mulher foi encontrada em um matagal da cidade e o Instituto de Polícia Científica já foi acionado para fazer a perícia e dar início às investigações.

Até as 15h30 desta terça-feira (22), o caso ainda estava em andamento e a identificação das vítimas, bem como os detalhes de toda a ocorrência passavam por apurações policiais.

Veja Também

Paraibana confessa ter matado pai para beber sangue dele “saber era doce”; acusada era abusada pela vítima

Uma mulher confessou, no último dia 19  que matou seu pai em 2015, na Paraíba. ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.