Home / POLICIAL / SANTA RITA: Cachorro invade rodovia e provoca engavetamento em Santa Rita, diz PRF

SANTA RITA: Cachorro invade rodovia e provoca engavetamento em Santa Rita, diz PRF

Acidente envolvendo quatro carros ocorreu na BR-101, em Santa Rita. Quatro pessoas

ficaram feridas e foram socorridas.

Carro capotou após ser atingido na traseiro por picape na BR-101, PB (Foto: Walter Paparazzo/G1)
Carro capotou após ser atingido na traseiro por picape na BR-101, PB (Foto: Walter Paparazzo/G1)

Quatro veículos se envolveram em um engavetamento na manhã desta terça-feira (22) na BR-101, em Santa Rita, após cachorros invadirem a pista. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), um dos carros envolvidos no acidente chegou a capotar e seus quatro ocupantes precisaram ser encaminhados para o hospital.

O inspetor da PRF Francisco Oliveira explicou que provavelmente um dos quatro veículos seguia com velocidade incompatível com a permitida no trecho. “Três carros conseguiram reduzir a velocidade, mas uma picape que vinha atrás não parou em tempo e iniciou a série de colisões. O impacto fez com que um dos carros que ficou no meio capotasse”, comentou.

Leia Mais em Portal Santa Rita Verdade

Uma das vítimas era uma criança, conforme informou Esdra Pereira de Sousa, motorista de um dos carros envolvidos no engavetamento. “Consegui evitar que meu veículo fosse muito danificado porque quando ouvi a freada brusca da picape, acelerei e o carro que estava atrás de mim, que foi acertado pela picape, acabou não batendo em cheio no meu”, relatou.

Até as 10h50 desta terça-feira o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa não havia confirmado a entrada dos feridos na unidade. A PRF informou que vai abrir uma investigação para determinar qual a causa do acidente.

Fonte: G1 PB

Veja Também

OPERAÇÃO LECTUS: PF investiga desvio de verbas federais destinadas ao combate à pandemia na PB e no RN

Policiais federais cumprem três ordens judiciais na manhã desta quarta-feira (25), em João Pessoa e Bayeux, na Paraíba. Servidores da Controladoria-Geral ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.