Home / POLICIAL / Três são sequestrados enquanto seguiam em caminhão que levaria R$ 10 mil, na Grande JP

Três são sequestrados enquanto seguiam em caminhão que levaria R$ 10 mil, na Grande JP

Veículo pertence a uma empresa de bebidas, mas estava descarregado; caminhão foi recuperado e vítimas foram salvas pela polícia

Bandido pulou de caminhão em movimento, diz PM
Bandido pulou de caminhão em movimento, diz PM

Um caminhão com três funcionários de uma empresa de bebidas foi tomado por assalto nessa sexta-feira (19), em Lucena, na Grande João Pessoa, e as vítimas ainda foram levadas como reféns. O veículo estava sem carga, mas teria um cofre com cerca de R$ 10 mil.

Segundo informações do cabo Teófilo, do 7º Batalhão da Polícia Militar em Lucena, a equipe dele entrava na cidade por volta das 16h, quando recebeu a denúncia por meio de um caminhoneiro que informou sobre o assalto.

A PM deu início às buscas, junto com a Polícia Rodoviária Federal, mas só localizou o caminhão por volta das 20h. O veículo estaria saindo de Lucena para Mamanguape, via BR-101. Nele, estava o motorista sequestrado e um dos três bandidos armados. Ao perceber a ação da polícia, o criminoso pulou do caminhão ainda em movimento e fugiu para um matagal. O motorista foi amparado pela PM.

Ainda segundo o cabo Teófilo, o condutor que havia sido sequestrado passou a informação de que um Meriva branco estava com outros dois bandidos e mais dois funcionários da empresa, também sequestrados. A PM iniciou a perseguição e localizou o Meriva em um posto de combustíveis, perto da usina Miriri, no Litoral Norte. Os criminosos abandonaram o carro e as outras duas vítimas. Até a manhã deste sábado (20), nenhum dos três havia sido localizado pela polícia.

O dono do Meriva compareceu à 6ª Delegacia Distrital, onde a ocorrência foi registrada, na região metropolitana, e disse que teve o carro tomado por assalto por três homens armados, na tarde de sexta (19), que seriam os mesmos que tentaram roubar o caminhão.

O cabo Teófilo informou também que a Polícia Militar já identificou os responsáveis pelos crimes e deve prendê-los a qualquer momento.

Veja Também

Paraibana confessa ter matado pai para beber sangue dele “saber era doce”; acusada era abusada pela vítima

Uma mulher confessou, no último dia 19  que matou seu pai em 2015, na Paraíba. ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.