Home / NOTÍCIAS / Filho de deputado é detido por suspeita de compra de votos na PB

Filho de deputado é detido por suspeita de compra de votos na PB

Bruno Roberto tinha contas de energia e água pagas, dinheiro e alimentos.
Advogado do suspeito disse que ainda estava cedo para se pronunciar.

Do G1 PB

Carro apreendido finha adesivos de vários candidatos (Foto: Reprodução/TV Paraíba)
Carro apreendido finha adesivos de vários candidatos (Foto: Reprodução/TV Paraíba)

Pelo menos cinco pessoas foram detidas na noite desta sexta-feira (3) por suspeita de compra de votos em Campina Grande. Entre elas está o filho do candidato à reeleição para deputado federal Wellington Roberto (PR), Bruno Roberto (PR). Ele foi flagradono bairro da Catingueira com mais duas pessoas em um carro com contas de energia e água pagas, fraldas descartáveis, brinquedos, alimentos, material de campanha e uma quantia não informada em dinheiro. O advogado de Bruno não quis se pronunciar.

Contas pagas foram encontradas no carro (Foto: Reprodução/TV Paraíba)
Contas pagas foram encontradas no carro (Foto: Reprodução/TV Paraíba)
Como eles não conseguiram explicar a origem de todo material, foram detidos em flagrante e conduzidos à Delegacia da Polícia Federal em Campina Grande.

O carro continha adesivos das campanhas do deputado federal Wellington Roberto (PR), do candidato a deputado estadual Caio Roberto (PR), irmão do suspeito, e do candidato a governador Cássio Cunha Lima (PSDB).

Dois dos suspeitos já pagaram fiança e foram liberados. Bruno Roberto, no entanto, ainda aguarda para saber quanto deverá pagar de fiança. O advogado de Bruno, Gilberto Aureliano, informou à TV Paraíba que não vai se pronunciar sobre o caso porque ainda é muito cedo para falar qualquer coisa.

Além dos três detidos na Catingueira, outras duas pessoas foram detidas por suspeita de compra de votos em Campina Grande. Porém, a Polícia Federal não passou maiores informações sobre essa prisão. Apenas uma delas foi liberada após pagar fiança.

Veja Também

MP de Bolsonaro começa a Valer, Postos já podem comprar etanol direto das usinas ou vender gasolina de outra marca

O presidente Jair Bolsonaro editou, nesta segunda-feira (13), uma medida provisória que antecipa a permissão ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.