Home / PARAÍBA / Santa Rita é cidade mais violenta para jovens negros no país, diz estudo

Santa Rita é cidade mais violenta para jovens negros no país, diz estudo

Cidade tem taxa de 384,1 mortes por 100 mil habitantes, diz estudo.

Mapa da Violência 2014 classificou cidades mais vulneráveis do país.

Santa Rita, na Grande João Pessoa, foi apontada a cidade mais violenta para jovens negros do Brasil. A versão final do Mapa de Violência 2014 sobre a população entre 15 e 29 anos, publicada na terça-feira (4), apontou que a cidade da Região Metropolitana de João Pessoa tem uma taxa de 384,1 assassinatos de jovens negros para cada 100 mil habitantes. O estudo é referente às mortes registradas no ano de 2012.

Ainda de acordo com o estudo, Cabedelo, na mesma região, também aparece entre as cinco mais violentas para jovens negros com uma taxa de 346,9 mortes para cada 100 mil habitantes. A cidade aparece no estudo como o terceiro município que apresenta maior vulnerabilidade para jovens negros. Em 2012, conforme o Mapa, foram assassinados 85 jovens negros entre 15 e 29 anos, enquanto no mesmo período apenas duas vítimas consideradas brancas foram mortas.

Completam o ranking das cinco mais violentas as cidades de Ananindeua, no Pará, que fica em segundo lugar com 349,1 mortes por 100 mil habitantes; de Maceió, em Alagoas (327,6 mortes); e Simões Filho, na Bahia (326,7 mortes). No ranking das 10 cidades mais vulneráveis para jovens negros no país, João Pessoa aparece na sétima colocação, com uma taxa de 313 mortes para cada 100 mil habitantes.

As cinco mais violentas para negros entre 15 e 29 anos na Paraíba, além de Santa Rita, Cabedelo e João Pessoa, incluem Patos, no Sertão paraibano, com 270,7 mortes para cada grupo de 100 mil habitantes, e Guarabira, na região do Brejo, com 176 mortes por 100 mil habitantes.

O G1 entrou em contato com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Seds) da Paraíba para repercutir o estudo. Por meio de sua assessoria, a Seds informou que se posicionará o mais breve possível sobre os dados divulgados pelo Mapa da Violência.

Veja Também

QUEM É ELE? Mulher trans posta foto com carteira de deputado paraibano em motel e diz que não vai ser mulher de pedreiro

O radialista Emerson Machado (Mofi), causou o maior rebuliço durante o programa Balanço Geral na ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.