Home / CIDADES / Acusada de matar o modelo Dalmi em Santa Rita fala pela 1ª vez após o crime, e não demonstra arrependimento

Acusada de matar o modelo Dalmi em Santa Rita fala pela 1ª vez após o crime, e não demonstra arrependimento

O Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) deve julgar ainda este mês o pedido de anulação do julgamento que condenou Ana Paula Teodósio de Carvalho, acusada de mandar matar o modelo Dalmi Barbosa Filho, em Santa Rita, na Grande João Pessoa, em dezembro de 2013. Ela e outros réus foram condenados no dia 20 de março de 2014 a cumprir pena de cerca de 20 anos de reclusão em regime fechado. Ana falou pela primeira vez depois do crime.
Em entrevista exclusiva ao Cidade Alerta Paraíba da TV Correio HD, exibida nesta quinta (9), Ana Paula se descreve como “uma pessoa humana”, fala detalhes a relação com os outros acusados do crime e disse que considerava o modelo como um “irmão”. “Eu o conheci na igreja”, disse ela, que nega ter participado do assassinato.

Ana Paula falou que todas as acusações que a relacionam com a morte de Dalmi não são verdadeiras. “Fui ameaçada”, afirmou. “Deus conhece meu coração e sabe que eu não mandei matar Dalmi”, continuou, com lágrimas.

O delegado que comandou as investigações, Pedro Ivo, disse ao vivo, no Cidade Alerta Paraíba desta quinta (9), que há provas de que Ana Paula foi a mandante do homicídio. “Ela arquitetou detalhe por detalhe do crime”, afirmou o delegado.

O advogado dela, Thiago Beltrão, disse nesta quinta-feira (9) em entrevista exclusiva ao Cidade Alerta Paraíba, da TV Correio HD, que se o pedido de anulação do julgamento não for aceito, a defesa pretende pedir que a pena seja reduzida. Segundo o advogado, a reclusão em regime fechado foi considerada “exacerbada”.

Assista:

Vídeo 1

 Vídeo 2

Fonte: Portal Correio / Portal Santa Rita Verdade

Veja Também

Veja as 268 vagas de emprego do Sine Paraíba nesta segunda-feira (4)

O Sistema Nacional de Emprego (Sine-PB) oferece 268 vagas de emprego em seis municípios paraibanos. ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.