Home / CIDADES / Vereador Aurian de Santa Rita acusa Samuka Duarte de extorsão contra prefeitos e vereadores

Vereador Aurian de Santa Rita acusa Samuka Duarte de extorsão contra prefeitos e vereadores

Samuka
Foto: Famosos na Web / Divulgação

O vereador do município de Santa Rita, Aurian de Lima Soares, conversou com o Portal Tambaú 247 no início da manhã desta terça-feira (16) e apresentou novas acusações contra o apresentador Samuka Duarte. Segundo ele, o comunicador teria extorquido prefeitos e outras pessoas para que ele não falasse de forma negativa da gestão dos municípios.

Aurian de Lima detalhou que há 30 dias Samuel Henrique Paiva, mais conhecido como Samuka Duarte, teria ameaçado mostrar as irregularidades da prefeitura de Santa Rita, caso o secretário de comunicação do município, “Carlinhos do Adesivo”, não lhe pagasse uma “propina” de cerca de R$ 4 mil mensais.

O vereador também se coloca como alvo e diz que no começo de seu mandato na cidade, Samuka lhe procurou para fazer a mesma proposta. Caso Aurian não pagasse determinado valor ao apresentador, ele faria críticas negativas em programas de televisão e rádio.

Aurian de Lima ainda denuncia outro fator grave. “A filha e a esposa tem o nome na folha de pagamento da prefeitura de Santa Rita. Cada uma recebendo R$ 1.500.”

De acordo com a denúncia de Aurian, que também será levada à justiça, assim como a que resultou na retenção de bens do alvo do processo, Samuka teria tentado extorquir prefeitos de pelo menos 13 municípios paraibanos, ameaçando apontar pontos negativos das gestões e dos gestores.

“Em Santa Rita, Samuka recebe como professor e tem uma gratificação de mais de 100% sobre o salário base. Essa gratificação é exclusiva para quem está em sala de aula”, contou Aurian sobre o apresentador, que não dá aulas atualmente, desde que ingressou no trabalho na imprensa paraibana. O vereador disse ainda. “Ele alegou que está a disposição da assessoria de comunicação da educação do município de Santa Rita. Aí ele comete dois crimes: não está documentado e nas nomenclaturas de cargos da prefeitura e Secretaria da Educação não existe este cargo.”

O vereador argumenta que possui áudios de alguns casos e que esses servirão como prova anexa ao processo. Outras informações sobre o caso a qualquer momento no Portal Tambaú 247.

Fonte: Tambaú 247

Autor: Lucas Isídio

Veja Também

DITADURA: Única prefeitura gerida pelo PT na PB, adota exigência de vacinação contra Covid-19 para servidores municipais

A prefeitura de Picuí, única administrada pelo Partido dos Trabalhadores na Paraíba, adotou a exigência ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.