Home / POLITICA / Hugo Motta disputa liderança do PMDB na Câmara Federal contra Picciane,

Hugo Motta disputa liderança do PMDB na Câmara Federal contra Picciane,

picciani-motta_7109d795
Paraibano Hugo Motta disputa liderança do partido na Câmara Federal com Picciani, do Rio

Com 67 deputados, o PMDB da Câmara dos Deputados elege um novo líder nesta quarta-feira (17). Na disputa está Leonardo Picciani, do Rio de Janeiro, que espera ser reconduzido ao cargo, e do outro lado está Hugo Motta, peemedebista da Paraíba.

Picciani, que tem uma posição de alinhamento com o Palácio do Planalto, recebeu críticas e chegou a ser destituído do cargo, por uma semana, acusado de escolher deputados governistas para compor a comissão do impeachment da presidenta Dilma Rousseff.

Do outro lado está Hugo Motta, da Paraíba. Escolhido pela ala considerada rebelde do partido, foi presidente da CPI da Petrobras, que terminou sem nenhum pedido de indiciamento de parlamentar citado na Operação Lava Jato.

No meio de campo estão deputados do maior partido na Casa e que será responsável, neste primeiro semestre, por decidir o futuro da presidenta Dilma Rousseff, caso o processo de impeachment tenha andamento na Câmara, e o futuro do próprio presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB), que responde a processo no Conselho de Ética e, por isso, corre o risco de perder o mandato.

O cientista político Geraldo Tadeu Moreira entende que essa eleição será decisiva para os meses que virão. “Dentre os principais partidos [o PMDB] é aquele que tem maior penetração, maior homogeneidade na distribuição pelo país”, disse.

Ele acrescentou que o PMDB é o “centro do sistema político” e, para o lado que pender, pode ter uma mudança de correlação de forças dentro do Congresso. Os líderes têm uma função de articulação política dentro da bancada. Cabe a eles, por exemplo, indicar os membros das comissões, inclusive da Comissão Especial do Impeachment.

Eles também orientam como os deputados devem agir nas votações dos projetos e podem pedir que uma votação seja secreta ou tenha prioridade. Será eleito líder do partido aquele que tiver a maioria dos votos, ou seja, 37 deputados.

Com informações da Rádioagência Nacional

Veja Também

‘Quem tem mais de 30 anos não pode se enganar com o PT’, diz Bolsonaro

‘Você pode até me criticar, mas qual opção que você tem depois de mim?’, questionou ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.