Home / CIDADES / Os servidores municipais de Santa Rita não suportam mais a falta de gestão do Prefeito Netinho

Os servidores municipais de Santa Rita não suportam mais a falta de gestão do Prefeito Netinho

image

Uma gestão inoperante, irresponsável, e sem transparência, afunda a cidade em calamidades públicas. Já houveram vários problemas administrativos, como a continuidade da interdição da rede de saúde da cidade, os quais estão em reforma intermináveis, a paralisação das obras asfálticas, a coleta de lixo e também os constantes atrasos do pagamentos dos servidores efetivos e contratados que ocorre desde o retorno ao poder pelo prefeito interino.

Somente neste mês de maio, já entraram mais de R$ 16 milhões na conta da Prefeitura, de acordo com o extrato do Banco do Brasil disponível online, e a folha de pagamento gira em torno de R$ 5 milhões. 

Mesmo tendo firmado e cumprido o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com a Promotoria do Patrimônio Público da cidade, no qual estabeleceu um prazo de 10 dias para exoneração de cargos comissionados, o prefeito afirma que não há dinheiro nos cofres da prefeitura para adimplir com os pagamentos dos servidores.

“Nós não temos nem previsão, somos pais e mães de família e precisamos pagar nossas contas e principalmente nos alimentar, tudo que eu peço é que o prefeito pague o que está atrasado pra que eu possa pagar minhas contas que já estão no vermelhol” afirma um servidor que não quis se identificar.

Os servidores farão indicativo de greve durante o resto da semana até ser reestabelecido os pagamentos dos meses em atraso. O Ministério Público ainda não se pronunciou sobre a situação dos servidores que estão sem receber seus proventos desde março.

Veja Também

Município de Bayeux terá escola Cívico Militar em 2022

O anúncio foi feito na última quarta-feira (15), aniversário de Bayeux, pelo diretor de Políticas ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.