Home / POLICIAL / Bebê é hospitalizado com marcas de mordida e mãe depõe à polícia no AM

Bebê é hospitalizado com marcas de mordida e mãe depõe à polícia no AM

13417641_1051848468241088_7587109925099640579_n

Menino tem marcas por todo corpo e ferimento no pênis, dizem médicos. Mãe foi encaminhada para delegacia; família nega violência contra vítima.

A mãe de um menino de um ano e quatro meses foi encaminhada à polícia após seu filho ser atendido no Pronto-Socorro da Criança João Lúcio, na Zona Leste de Manaus, neste domingo (12).

De acordo com uma médica do hospital, a criança tinha marcas de mordidas, hematomas de espancamento por todo corpo e ferimentos no pênis. A família negou ao G1 que tenha ocorrido violência contra o bebê.

menino__okoko

De acordo com familiares de pacientes, o caso revoltou a equipe médica e pessoas que estavam na unidade de saúde no momento do atendimento, nesta manhã. A mãe e o padrasto da criança – de 22 e 17 anos respectivamente – levaram o menino até o hospital.

“As mães estão revoltadas. Tinha mãe querendo bater nela dentro do hospital. Inclusive, ela foi amparada para dentro da observação, porque as mães queriam pegá-la”, relatou a pediatra Aline Coelho Cordeiro.

Segundo informações repassadas por funcionários da unidade, a criança tinha múltiplas lesões causadas possivelmente por socos e mordidas. “A criança chegou chorando. A mãe, super fria, chegou dizendo que a criança tinha caído do velocípede.

Achei muito estranho porque a gente conhece quando a criança cai e, ele estava cheio de mordidas pelo corpo inteiro, perna, tronco, cabeça, bochecha, inclusive na área genital. O ‘pintinho’ dele estava dilacerado com mordidas”, disse a pediatra.

A médica disse ainda que a equipe do hospital questionou a mãe e o padrasto sobre a causa dos ferimentos. “Ela [mãe] disse que ele [menino] caiu do velocípede, depois ela mudou de assunto, dizendo que ela dormiu e que já tinha acordado com a criança daquele jeito. Mas como? Só se tinha um tigre dentro do quarto?”, afirmou a médica.

O menino permaneceu por três horas em observação. Após ser submetido ao exame de raio-x, ele foi avaliado por um pediatra, um cirurgião e um ortopedista. “Ele não tem sinais de fratura. A única coisa que esta ruim é a urina, como o ‘pintinho’’ dele foi muito mordido, ele não esta conseguindo urinar”, disse Aline.

Veja Também

Tiro acerta celular no bolso da calça de vítima durante tentativa de homicídio no interior de SP

Um homem de 33 anos foi vítima de uma tentativa de homicídio na noite de ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.