Home / NOTÍCIAS / ​Novo tremor volta a levar pânico à região central da Itália

​Novo tremor volta a levar pânico à região central da Itália

Em Amatrice, imóvel desabou parcialmente. Mais de 240 pessoas morreram após tremor na quarta-feira.

Socorristas usam as próprias mãos para retirar escombros e tentar alcançar vítimas na quarta-feira (24). Trabalhos de resgate prosseguem nesta quinta (Foto: Ciro De Luca/ Reuters)Socorristas usam as próprias mãos para retirar escombros e tentar alcançar vítimas na quarta-feira (24). Trabalhos de resgate prosseguem nesta quinta (Foto: Ciro De Luca/ Reuters)

Um tremor de 4,3 de magnitude voltou a atingir a região central da Itália nesta quinta-feira (25), causando novos desmoronamentos, segundo a Associated Press. Em Amatrice, uma das cidades mais atingidas pelo terremoto de quarta-feira (24), o desabamento parcial de um imóvel provocou pânico entre os moradores.

Mais de 240 pessoas morreram e centenas seguem desaparecidas, segundo os últimos balanços divulgados pelas autoridades. Só em Amatrice foram registradas 200 mortes, segundo o prefeito da cidade. A Defesa Civil italiana informou que 270 pessoas estão hospitalizadas e cerca de 1,2 mil estão desabrigadas na região.

A agência Efe informou que a fachada do prédio que desmoronou nesta manhã fica perto de um alojamento temporário das vítimas do terremoto de quarta, no parque de Amatrice. O novo tremor foi registrado às 14h36 (horário local, 9h36 em Brasília).

Buscas
Mais de 4,3 mil pessoas trabalham na busca por sobreviventes. Escavadeiras são usadas nos maiores desmoronamentos, mas em diversos pontos bombeiros e socorristas usam as próprias mãos para retirar escombros e tentar alcançar vítimas. As operações de resgate, que aconteceram com temperaturas abaixo dos 10 graus, não têm previsão de interrupção.

A Defesa Civil admite que esse número pode aumentar, já que ainda há centenas de desaparecidos. O jornal “Corriere della Sera” afirma que existem ainda quase 300 feridos. O Itamaraty informou que não há registro de brasileiros entre as vítimas.

Veja Também

PESQUISA FAKE: Pesquisa que aponta vitória de Lula em 1° turno foi paga por banco que já foi citado em delação premiada

Banco Genial, novo nome do Brasil Plural, pagou mais de 260 mil reais por pesquisas ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.