Home / POLICIAL / Menor se entrega e diz que matou comerciante a facadas em Santa Rita, diz que ‘ouvir vozes’

Menor se entrega e diz que matou comerciante a facadas em Santa Rita, diz que ‘ouvir vozes’

Menor, de 17 anos, se apresentou com um advogado e foi detido por causa de um mandado de internação provisória

Vítima foi morta dentro desse loja, em Santa Rita
Vítima foi morta dentro desse loja, em Santa Rita

O adolescente apontado como responsável por matar a comerciante Maria do Carmo Souza, de 65 anos, durante um assalto a loja de roupa pertencente à vítima se entregou na 6ª Delegacia de Santa Rita, na Região Metropolitana de João Pessoa, nessa terça-feira (4). O menor, de 17 anos, se apresentou com um advogado e foi detido por causa de um mandado de internação provisória. Ele confessou o crime e disse que ‘ouviu vozes’ dizendo para matar. O assassinato aconteceu na em Santa Rita, na Grande João Pessoa, na dia 28 de setembro.

O delegado Alexandre Fernandes, que comandou as investigações, disse que desde o dia do crime, a Polícia Civil estava em diligências para localizar o autor do crime. Com a ajuda do 197, os policiais conseguiram identificar e localizar o suspeito.

“O menor estava cercado e nossos agentes estavam em campana diariamente para detê-lo. Ele se apresentou com um advogado e a mãe, mas devido a rapidez do MP e judiciário conseguimos o mandado e cumprimos enquanto ele estava na delegacia .A gente não parou de trabalhar para elucidar o crime. O 197 foi fundamental para identificar do suspeito”, explicou o delegado.

Fernandes falou que o menor confessou o crime e disse que após comprar roupas na loja, uma voz dizia para voltar e matar a comerciante para depois roubar. “Ele falou que ouviu uma voz dizendo: “Volte, volte, volte”. Após comprar roupas, ele retornou com uma faca, matou a mulher e depois roubou peças de roupas e foi embora. Não acredito em problemas mentais, mas numa pessoa fria. Porém, apenas uma inspeção médica poderá atestar a sanidade mental do adolescente”, disse.

O menor foi levado para a Central de Polícia Civil em João Pessoa e nesta quarta-feira (5) será transferido para o Centro Educacional do Adolescente (CEA).

Créditos: Portal Correio

Veja Também

Tiro acerta celular no bolso da calça de vítima durante tentativa de homicídio no interior de SP

Um homem de 33 anos foi vítima de uma tentativa de homicídio na noite de ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.