Home / POLICIAL / Duas mortes são registradas em mesmo bairro de Santa Rita, na PB

Duas mortes são registradas em mesmo bairro de Santa Rita, na PB

Ex-presidiário e vaqueiro foram assassinados na manhã desta segunda.
Em um dos casos, polícia confirmou que vítima foi mutilada.

Homicídios foram registradas no início da manha desta segunda-feira (31) no Marcos Moura (Foto: Walter Paparazzo/G1)
Homicídios foram registradas no início da manha desta segunda-feira (31) no Marcos Moura (Foto: Walter Paparazzo/G1)

Dois homicídios foram registrados no bairro Marcos Moura, em Santa Rita, localizado na região da Grande João Pessoa no início da manhã desta segunda-feira (31). Um ex-presidiário e um vaqueiro foram encontrados mortos na mesma localidade, segundo as polícias Civil e Militar.

 

No primeiro caso um ex-presidiário foi morto a tiros no início da manhã desta segunda no bairro Marcos Moura. Segundo informações repassadas pela Polícia Civil, a vítima era usuária de drogas há cerca de 10 anos e já havia cumprido pena por furto. A polícia acredita que a motivação para o crime possivelmente foi uma dívida de droga.

No mesmo bairro, em um loteamento, um vaqueiro foi encontrado morto. De acordo com a Polícia Militar, a vítima foi assassinada a pedradas e facadas. A perna direita do vaqueiro chegou a ser amputada e arremessada para dentro de uma residência na localidade.

Os dois corpos foram examinados pelo Instituto de Polícia Científica (IPC) e devem ser encaminhados para a Gerência Executiva de Medicina e Odontologia Legal (Gemol), em João Pessoa. Até as 7h30 (horário local) de segunda nenhum suspeito tinha sido preso.

Um vaqueiro foi encontrado morto e mutilado também no Marcos Moura, segundo Polícia Militar (Foto: Walter Paparazzo/G1)
Um vaqueiro foi encontrado morto e mutilado também no Marcos Moura, segundo Polícia Militar (Foto: Walter Paparazzo/G1)

Veja Também

Tiro acerta celular no bolso da calça de vítima durante tentativa de homicídio no interior de SP

Um homem de 33 anos foi vítima de uma tentativa de homicídio na noite de ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.