Home / POLICIAL / PM frustra assalto e prende trio que fez reféns na agência dos Correios de Juarez Távora

PM frustra assalto e prende trio que fez reféns na agência dos Correios de Juarez Távora

O trio, de acordo com informações, ao se sentir acuado com a presença

da polícia que cercou o prédio, fez seis pessoas de reféns

Com o trio, a polícia apreende três armas (Foto: Divulgação)

A Polícia Militar frustrou e prendeu um homem e apreendeu dois adolescentes suspeitos de tentar assaltar a agência dos Correios na cidade de Juarez Távora, no Agreste paraibano, a 75 km de João Pessoa, no final da manhã desta terça-feira.

O trio, de acordo com informações, ao se sentir acuado com a presença da polícia que cercou o prédio, fez seis pessoas de reféns.

Foto Divulgação

Os acusados foram presos em flagrante. Com eles, foram apreendidos três revólveres – um deles roubado juntamente com o colete do vigilante da agência. Uma moto que daria fuga ao bando também foi apreendida. A moto havia sido roubada na Capital no último domingo.

Conforme informações do comandante do 4º Batalhão, tenente coronel Arílson Valério, um dos suspeitos, que é da cidade de Juarez Távora, chegou a pé à agência enquanto os outros dois, que são da cidade de Cabedelo, chegaram de moto.

“O Trio ainda agrediu o gerente da agência, mas após uma negociação que durou cerca de uma hora e meia, conseguimos libertar as vítimas e a rendição dos outros dois acusados que estavam dentro da agência”, detalhou.

Os adolescentes envolvidos na tentativa do assalto têm 17 e 16 anos. Um deles, inclusive, já cumpriu medida socioeducativa por tráfico de drogas.

O maior foi identificado como Roberto Felipe da Silva Vieira, de 21 anos. Os três foram levados para a Delegacia da Polícia Federal, em Campina Grande.

Veja Também

Tia abusa sexualmente da sobrinha de 9 anos, filma crime e vende vídeos, diz polícia

Na última segunda-feira, 18, uma mulher de 27 anos investigada pelo crime de estupro de ...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

%d blogueiros gostam disto: