Home / PARAÍBA / ​Após paralisação, empresas de João Pessoa cedem 18 ônibus urbanos para Bayeux

​Após paralisação, empresas de João Pessoa cedem 18 ônibus urbanos para Bayeux

Três empresas da Grande João Pessoa vão ceder ônibus para atender à demanda de transporte público da população de Bayeux, após a paralisação dos funcionários da Metro, que é responsável por mais de 90% da frota que circula na cidade. 

A decisão foi tomada durante uma reunião do Departamento de Estradas e Rodagem (DER) com o Sindicato dos Motoristas e o Sindicato das Empresas de Ônibus, nesta segunda-feira (13). 
Ficou decidido que as três empresas vão ceder 18 ônibus para atender Bayeux a partir desta terça-feira (14). A decisão é temporária e válida até sexta-feira (17), quando vai ser realizada outra reunião para tentar resolver a situação.
Segundo o superintendente do DER, Carlos Pereira, a Metro prometeu pagar os salários atrasados dos funcionários, mas também disse que, a partir desta terça-feira, eles passam a ser funcionários das novas empresas.
Entenda o caso

No último sábado (11), os motoristas, fiscais e mecânicos da empresa Metro paralisaram as atividades. Segundo eles, a medida foi tomada por causa de uma briga na justiça envolvendo a gestão da empresa e, consequentemente, falta de pagamento. “No dia 10 de novembro, se eu não me engano, dona Zilma assumiu a empresa com o compromisso de atualizar os salários dos motoristas, as férias trabalhistas e, no decorrer o tempo, ela vem honrando com isso. 
Sendo que na negociação que ela havia feito com o antigo proprietário, ele relatou que a dívida seria de R$ 1,5 milhão, sendo que na verdade chega a R$ 6 milhões. Ela tentou sentar com ele para resolver melhor, mas ele não quis acordo e entrou com uma liminar na justiça querendo tomar a empresa de volta e foi o que aconteceu. 
Mas os funcionários da empresa não querem mais ele como patrão porque ele não honra com os compromissos. E todo mundo aqui pai de família e necessita do salário”, explica o funcionário da empresa, Eduardo Amorim.
A empresária Zilma Barros informou que administrava a empresa por uma procuração pública e que esse documento foi revogado. 

G1PB

Veja Também

Sine Paraíba oferta 557 vagas de emprego para esta semana

total, sendo 81 delas para a função de operador de caixa. O Sistema Nacional de ...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

%d blogueiros gostam disto: