Home / POLICIAL / Adolescente morre dias após o parto na Cândida Vargas; família acusa hospital e revoltada quebra vidros da unidade

Adolescente morre dias após o parto na Cândida Vargas; família acusa hospital e revoltada quebra vidros da unidade


Uma adolescente de 15 anos morreu na noite dessa quinta-feira (2) na Maternidade Cândida Vargas, em João Pessoa, três dias após o parto. A família acusa o hospital e, revoltados, parentes quebraram os vidros da unidade.

Segundo informações da polícia, a menor deu à luz na segunda e depois começou a sentir fortes dores na barriga. Familiares disseram que a garota reclamava de dores, mas os médicos disseram que era normal e seria gases.
Nessa quinta, as dores aumentaram e a menina foi levada às pressas para a UTI, mas não resistiu e morreu após várias paradas cardíacas. Os parentes da vítima revoltados provocaram um tumulto dentro do hospital e quebraram os vidros das portas.
Cerca de 15 homens da Polícia Militar e guardas municipais compareceram ao hospital para controlar a fúria das pessoas. Um documento apresentado pela guarda constatava que a adolescente morreu em decorrência de infecção generalizada.
A família diz que havia resto de parto e avisou que vai acionar o hospital judicialmente.

Veja Também

Tia abusa sexualmente da sobrinha de 9 anos, filma crime e vende vídeos, diz polícia

Na última segunda-feira, 18, uma mulher de 27 anos investigada pelo crime de estupro de ...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

%d blogueiros gostam disto: