Home / GERAL / Desembargadora que pessoalmente tirou filho traficante da cadeia, deverá ser punida pelo CNJ

Desembargadora que pessoalmente tirou filho traficante da cadeia, deverá ser punida pelo CNJ

A atuação sinistra da presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TER-MS) deverá receber severa punição por parte do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

A denúncia feita pela imprensa e repercutida neste domingo (30) pelo programa Fantástico da Rede Globo (veja o vídeo no final da matéria), ganhou enorme repercussão, evidenciando uma repugnante atuação da magistrada em favor do filho, Breno Fernando Solon Borges, flagrado transportando 129 kg de maconha, munição e arma.

 

O envolvimento do rapaz com drogas é antigo. Mesmo ciente da situação, a desembargadora Tânia Borges cedia sua monumental chácara localizada na estrada EW 5 no loteamento denominada Chácara dos Poderes, em Campo Grande (MS), para que o rapaz promovesse festas regadas a muita bebida, drogas e orgias.

 

O local era também utilizado para que o rapaz realizasse negócios e negociatas no submundo do crime.

 

A mãe, no mínimo, desconfiava da vida torta do filho, fato revelado numa gravação capturada pela Polícia Federal, onde o rapaz trama atos marginais com um outro traficante, mas comenta que precisaria retornar para Campo Grande, ‘para que a mãe não desconfiasse’.

 

No dia 8 de abril, Breno foi preso em flagrante.

 

Neste domingo (30) o Fantástico revelou que a desembargadora foi pessoalmente ao presídio para soltar o filho. Para tanto, ela ignorou os procedimentos legais e deu a velha ‘carteirada’ para conseguir a liberação do rapaz.

 

Confira o vídeo da reportagem aqui.

 

Fonte: Jornal da Cidade Online

 

 

 

Acompanhe mais notícias do Paraíba em Minuto nas redes sociais: Facebook e Instagram.
Entre em contato com a redação do Paraíba em Minuto: 

Telefone: (83) 98704-3401

WhatsApp: (83) 98704-3401

E-mail: redacaosantaritaverdade@gmail.com

Sobre Paraíba em Minuto

Veja Também

Por unanimidade, TRF4 nega último recurso de Lula em 2ª instância

Em julgamento de seis minutos, 8ª turma os chamados embargos dos embargos. Petista agora deverá ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.