Home / POLICIAL / Inusitado: Preso aluga serviço de amigo para dormir em seu lugar na cadeia

Inusitado: Preso aluga serviço de amigo para dormir em seu lugar na cadeia

Fato inusitado aconteceu neste domingo na cadeia pública de São João do Rio do Peixe. Preso alugou serviço para homem dormir em seu lugar na cadeia.

Uma guarnição foi solicitada pelo diretor da cadeia Edijaní, que tinha recebido uma denúncia que um preso que estava cumprindo pena não era o que tinha sido condenado, o diretor junto com uma guarnição da polícia militar foram averiguar a denúncia, passou a fazer a chamada dos detentos albergues, que foi constatado que o preso não era o que tinha sido condenado.

 

O diretor identificou que Clauberto Willian Ferreira de Alencar cumpria pena no lugar de Anderson de Almeida Guedes, que o diretor procurou saber de Clauberto porque estava vindo no lugar do réu Anderson, que Anderson estava lhe pagando uma quantia de 50,00 por semanas, para cumprir a pena de albergue nos finais de semanas na cadeia, que Clauberto confessor que Anderson falsificou a identidade colocando a foto dele, que se passava por Anderson para entrar na cadeia.

Clauberto foi conduzido até a cidade de poço de José de moura de onde são os envolvidos, para localizar e prender Anderson, que ao chegar na cidade Anderson foi localizado, que foi dado voz de prisão, que os envolvidos foram conduzidos a DP de Uiraúna para as providências cabíveis.

 

O fato ocorreu por volta das 14h do dia 06/08/2017 em são João do Rio do Peixe.



 


Acompanhe mais notícias do Paraíba em Minuto nas redes sociais: Facebook e Instagram.
Entre em contato com a redação do Paraíba em Minuto: 

Telefone: (83) 98704-3401

WhatsApp: (83) 98704-3401

E-mail: redacaosantaritaverdade@gmail.com

Sobre Paraíba em Minuto

Veja Também

Acidente deixa duas pessoas mortas e uma ferida no caminho para a Praia do Sol

O condutor da motocicleta perdeu o controle do veículo e bateu em um poste. Na ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.