Home / POLICIAL / Homem acusado de estuprar filha de dez anos é encontrado morto em presídio de Araruna

Homem acusado de estuprar filha de dez anos é encontrado morto em presídio de Araruna

De acordo com as informações da polícia, José Joaldo dos Santos, de 32 anos, teria cometido

suicídio por meio de enforcamento, utilizando as “costuras” do colchão em que dormia

José Joaldo dos Santos, de 32 anos, foi preso na tarde do último domingo acusado de estuprar a própria filha (Foto: Reprodução)

O homem acusado de estuprar a própria filha, foi encontrado morto na madrugada desta quinta-feira (10), em uma das celas da Cadeia Pública da cidade de Araruna, no Brejo Paraibano. Ele foi preso acusado de cometer estupro contra a própria filha de 10 anos.

 

De acordo com as informações da polícia, José Joaldo dos Santos, de 32 anos, teria  cometido suicídio por meio de enforcamento, utilizando as “costuras” do colchão em que dormia. Ele foi encontrado por policiais da guarda que, diante do ocorrido, acionou o Instituto Médico Legal (IML) para fazer a remoção do corpo.

 

Ainda segundo a polícia, José teria sido preso na tarde do último domingo (6) e condenado a 27 anos de prisão de reclusão pelo crime cometido. A prisão aconteceu em flagrante e a menina chegou a dizer que o pai abusava dela todos os dias.

 

Após conversar com o delegado de plantão, a menina foi encaminhada para uma unidade de pronto atendimento, onde os exames confirmaram os abusos.

 

 

 

Créditos: ClickPB

 

 

 

 

Acompanhe mais notícias do Paraíba em Minuto nas redes sociais: Facebook e Instagram.
Entre em contato com a redação do Paraíba em Minuto: 

Telefone: (83) 98704-3401

WhatsApp: (83) 98704-3401

E-mail: redacaosantaritaverdade@gmail.com

Sobre Paraíba em Minuto

Veja Também

Garis levam chicotadas durante assalto enquanto trabalhavam

Quatro trabalhadores foram assaltados na tarde desta quinta-feira, 12, na entrada do aterro Sanitário, na ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.