Home / CIDADES / Fantasma? Diretora Financeira da Secom de Santa Rita nunca deu expediente na cidade

Fantasma? Diretora Financeira da Secom de Santa Rita nunca deu expediente na cidade

Sem nunca ter dado expediente e com salário de R$ 2.500, comissionada é acusa de ser fantasma.

Uma imagem chamou a atenção e circula desde o início da manhã desta sexta-feira (27) nos grupos de WhatsApp de Santa Rita.

 

Seria apenas mais uma foto, não estivesse posando para ela a jovem Maria Liziane Sarinho da Silva, Diretora do Departamento de Administração e Finanças da Secretaria de Comunicação Institucional da Prefeitura de Santa Rita.

 

Liziane é servidora comissionada da gestão de Emerson Panta, através da portaria n.º 095/2017.

 

Mesmo sem que ninguém na edilidade saiba de quem se trata,  recebe, desde janeiro, religiosamente em dia, um pomposo salário de R$ 2.500.

 

Confira:

 

É ou não um exemplo de prestígio??

 

Mas a moral de Liziane não para por aí, vai além!!

 

Nomeada no dia 24 de janeiro (conforme a imagem abaixo), Liziane já recebeu salário no final daquele mês, apenas cinco após a publicação da sua portaria, presente no Diário Oficial do dia 26 corrente.

 

Enquanto Panta escanteou todo o grupo que o ajudou na sua campanha, subindo e descendo ladeira debaixo do sol, sustentando bandeiras e o próprio Panta, sua gestão se especializou em acomodar estranhos.

 

Enquanto a juventude azul foi esfacelada pelo próprio prefeito quando não lhe serviu mais, os lugares que deveriam ser ocupados por seus militantes, servem de oferendas para o pseudo-prefeito agradar ao seu senhorio, o ‘Rey’.

 

Enquanto Panta deu os subempregos que restaram aos poucos que sobraram da sua militância, lhes pagando menos de um salário mínimo, os afilhados estrangeiros, o prefeito trata a pão de ló.

Afilhada e indicada direta do secretário Djenilson Ataíde, por sua vez pessoa da confiança do super-primeiro-ministro Ruy Carneiro, Liziane fez questão de posar para uma foto para mostrar seu passeio à Colômbia, enquanto a administração do doutor segue sua saga, sem rumo até aqui.

 

Na contramão das benesses concedidas por Djenilson, Ruy e Panta a comissionados que nunca contribuiram com Santa Rita, como Liziane, o prefeito reduz salário de professor, retira direitos garantidos como terço de férias, abonos por periculosidade e insalubridade, adicional noturno e suspensão dos PCCR’s dos servidores de carreira do município.

 

Enquanto os auxiliares do prefeito Rey Carneiro celebram seus super-salários em viagens ao exterior, os servidores efetivos amargam a usurpação de anos de trabalho e suor.

 

Eis a gestão eleita para mudar os rumos e as práticas da antiga para que nascesse uma nova Santa Rita, hoje, mais coronelista do que nunca.

 

 

Do News Paraíba

 

 

Acompanhe mais notícias do Paraíba em Minuto nas redes sociais: Facebook e Instagram.
Entre em contato com a redação do Paraíba em Minuto: 

Telefone: (83) 98704-3401

WhatsApp: (83) 98704-3401

E-mail: redacaosantaritaverdade@gmail.com

Veja Também

Sine-JP disponibiliza 129 vagas de trabalho a partir desta quarta (3)

O feriado de Finados alterou a rotina neste início de semana. Mas, o Sistema Nacional ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.