Home / NOTÍCIAS / Após polêmica, prefeitura suspende distribuição de bonecas com pênis

Após polêmica, prefeitura suspende distribuição de bonecas com pênis

Em Jataí, a entrega dos brinquedos foi barrada. OVG diz que quem não quiser os presentes pode doá-los a entidades cadastradas na organização.
Após polêmica envolvendo a distribuição de bonecas com órgãos genitais para crianças carentes de Goiás, a Prefeitura de Jataí suspendeu a entrega dos brinquedos na quinta-feira (15/12). 
A decisão foi tomada devido à pressão dos vereadores da cidade, que enviaram um ofício para vetar a doação dos itens na cidade goiana.
“Algumas prefeituras suspenderam a distribuição. É um absurdo. O Natal não é o momento de discutir opção sexual”, disparou o deputado federal e delegado Waldir (PR/GO). Segundo ele, seriam entregues pelo governo de Goiás 110 mil bonecas a um custo de mais de R$ 1 milhão em 246 municípios.
Os brinquedos têm características femininas, mas possuem órgão genital masculino.
Os pais ficaram revoltados. Em uma das gravações de vídeos postadas nas redes sociais, um deles exibe o brinquedo. Ao abrir a embalagem, tira a roupa da boneca vestida de rosa e mostra o pênis.
Segundo a Prefeitura do Novo Gama (GO), um dos locais em que o evento natalino para as famílias ocorreu, foram entregues 12 mil brinquedos, entre eles a boneca Beatrice. Todos continham as marcas do governo de Goiás e da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) nas embalagens.
A assessoria da Prefeitura do Novo Gama pediu desculpas aos pais e garantiu que não teve a intenção de causar constrangimentos. 
Ressaltou, ainda, que os brinquedos foram doados pela Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) e chegaram lacrados ao município. A prefeita Sônia Chaves teria feito apenas a entrega.
O diretor-geral da OVG, major Augusto, se disse surpreso com a polêmica. Ele informou que a Organização e o governo fazem a distribuição de brinquedos no Natal desde 1999.
“A intenção é levar alegria às crianças, reforçar os vínculos e estimular o espírito natalino nas pessoas”, assinalou.
E prosseguiu: “Mas é claro que respeitamos a opinião das pessoas. A OVG está aberta a sugestões e críticas e também nos colocamos à disposição para receber as devoluções de brinquedos, os pais têm a opção de escolha de outros itens que estão sendo distribuídos em todo o estado”, frisou.
Augusto lembrou que, em 2016, foram distribuídos os mesmos bonecos e bonecas, sem despertar nenhum questionamento. Cerca de 4,6 mil peças foram entregues no ano passado, no Ginásio Goiânia Arena. 

De acordo com diretor-geral, eventuais devoluções serão encaminhadas a entidades filantrópicas cadastradas na organização.




Paraíba em Minuto 


Acompanhe mais notícias do Paraíba em Minuto nas redes sociais: Facebook e Instagram.

Entre em contato com a redação do Paraíba em Minuto: 

Telefone: (83) 98704-3401

WhatsApp: (83) 98704-3401

E-mail: redacaosantaritaverdade@gmail.com

Veja Também

FAVORECENDO BANDIDOS: Gordão do PCC, livre, leve e solto, por determinação unânime do STJ

Foto: Reprodução/TV Tribuna Um dos principais chefes do PCC e do tráfico de drogas na ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.