Home / POLICIAL / Ex-policial militar é suspeito de matar casal a tiros na BR-230; ele era ex-marido de uma das vítimas

Ex-policial militar é suspeito de matar casal a tiros na BR-230; ele era ex-marido de uma das vítimas

Um ex-policial militar é o principal suspeito do assassinato de um casal morto a tiros na rodovia federal BR-230, entre os municípios de Santa Luzia e São Mamede, no Sertão paraibano.

 

O crime aconteceu na tarde desse domingo (7). As vítimas foram atingidas com tiros na cabeça quando o veículo ainda estava em movimento. Ao atingir o motorista, os disparos fizeram o carro sair da estrada.

 

Informações repassadas pela Polícia Civil, na cidade de Patos, dão conta que o suspeito seria um ex-policial militar, ex-companheiro da mulher de 27 anos que foi assassinada no carro. No momento do crime, ela estava com o atual marido de 50 anos que dirigia o veículo e que também foi morto.

 

Motoristas que passaram pelo local viram o carro fora da pista e acionaram a Polícia Militar acreditando que se tratava de um acidente. Mas, de acordo com a Polícia Militar, ao chegar no local os policiais perceberam que as vítimas tinham marcas de tiros. As vítimas foram encontradas ainda sentadas aos assentos no veículo e usando cinto de segurança.

 

Em entrevista a TV Paraíba, a delegada Daniela Quirino, responsável pelo caso, informou que a família relatou que o casal estava recebendo ameaças. “Nós temos informações sobre ameaças e estamos apurando”, disse.

 

No domingo, o Instituo de Polícia Científica (IPC) esteve no local do acidente e realizou uma perícia, que deve indicar como o crime aconteceu.

 

 

 

 

Acompanhe mais notícias do Paraíba em Minuto nas redes sociais: Facebook e Instagram.

Entre em contato com a redação do Paraíba em Minuto: 

Telefone: (83) 98704-3401

WhatsApp: (83) 98704-3401

E-mail: redacaosantaritaverdade@gmail.com

Veja Também

Adolescente é preso na Inglaterra por matar e tentar decapitar amigo de 11 anos

Caso aconteceu em dezembro de 2020 e permaneceu em anonimato até então pela idade dos ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.