Home / POLICIAL / Perdão: Vítima contrata advogado para soltar flanelinha que o esfaqueou

Perdão: Vítima contrata advogado para soltar flanelinha que o esfaqueou

De acordo com a Polícia Militar, a vítima e o acusado, Hugo Ferreira da Paixão, trabalhavam como flanelinhas e o crime teria sido motivado por disputa de área de estacionamento

O julgamento tratava do caso envolvendo a vítima Sebastião Felizardo que no dia 22 de agosto de 2017 foi esfaqueado várias vezes pelo popular Hugo Ferreira da Paixão (Foto: Reprodução/Diário do Sertão)

Em uma audiência no dia 23 de janeiro (23) na cidade de Sousa, a vítima perdoou o réu e os dois saíram abraçados no fim do julgamento. A vítima foi esfaqueada várias vezes pelo réu no dia 22 de agosto.

 

“Ele chegou para mim e explicou que havia perdoado de coração o que Hugo havia feito com ele. Na época Sebastião era morador de rua, usuário de drogas, vivia vulnerável”, disse advogado.

 

De acordo com a Polícia Militar, a vítima, Sebastião Felizardo Pereira, de 39 anos, e o acusado, Hugo Ferreira da Paixão, trabalhavam como flanelinhas e o crime teria sido motivado por disputa de área de estacionamento. Hugo foi preso em flagrante momentos depois pela polícia.

 

Sebastião foi socorrido e após receber alta do hospital, ele foi procurar o advogado João Hélio e afirmou que queria contratá-lo para soltar Hugo que já estava há cinco meses preso na Colônia Penal Agrícola do Sertão em Sousa.

 

Depois disso, Sebastião conheceu João Hélio e fez a proposta para o advogado para ajudar o agressor. O advogado demorou a entender que Sebastião queria ajudar o homem que tinha tentado matá-lo e não para reforçar para que Hugo continuasse preso.

Pouco depois da conversa, o advogado fez um pedido de soltura e a audiência foi realizada no dia 23 de janeiro, com participação de Sebastião Felizardo. “O próprio Sebastião manifestou ao juiz, no dia da audiência, que gostaria de retirar o processo, pois havia perdoado Hugo”, explicou João Hélio.

Ao fim da audiência, o juiz José Normando Fernandes decidiu revogar a prisão preventiva de Hugo Ferreira.

Atualmente os dois trabalham juntos no movimento evangélico e são amigos. Hugo Ferreira está desempregado, à procura de trabalho, e Sebastião Felizardo trabalha como vendedor autônomo. Para o advogado, o desenrolar do processo foi a “maior história de perdão” que ele conheceu.

Vítima pagou advogado para suspeito, que foi solto por juiz na Paraíba (Foto: João Hélio/Acervo pessoal)
Vítima pagou advogado para suspeito, que foi solto por juiz na Paraíba (Foto: João Hélio/Acervo pessoal)

 

 

 

 

Acompanhe mais notícias do Paraíba em Minuto nas redes sociais: Facebook e Instagram.

Entre em contato com a redação do Paraíba em Minuto:

Telefone: (83) 98704-3401

WhatsApp: (83) 98704-3401

E-mail: redacaosantaritaverdade@gmail.com

Veja Também

PF reabre inquérito sobre facada em Bolsonaro e vai analisar celular do advogado de Adélio Bispo

O delegado Rodrigo Morais Fernandes vai analisar os dados bancários e o conteúdo do celular ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.