Home / POLICIAL / Presos em Mega Operação por pedofilia são de classe média

Presos em Mega Operação por pedofilia são de classe média

Os dois homens presos por pedofilia em João Pessoa na manhã desta quinta-feira (17) são de classe média alta e moram na orla da capital. As informações foram repassadas pela Polícia Civil durante uma coletiva de imprensa relativa à operação ‘Luz da Infância’, deflagrada em 24 estados. Depois de presos, os suspeitos pagaram fiança e foram liberados.

 

Na casa deles foram encontrados materiais pornográficos armazenados e equipamentos como celular, computador e tablet foram apreendidos para que a perícia científica analise, as investigações se aprofundem, e outras pessoas possam ser identificadas.

 

Fotografia, vídeos e links vão ser rastreados para levantar rede de pedofilia em todo o país. “Essa é uma operação constante de monitoramento, e continuará sempre. Esses criminosos serão caçados”, alertou o delegado adjunto Isaías Gualberto.

 

Um dos presos tem 60 anos, o outro cerca de 24. A identidade, profissão e outras informações sobre os homens não foram divulgadas pela Polícia Civil.

 

A Operação Luz da Infância foi deflagrada um dia antes do Dia do Combate ao Abuso e Exploração de Crianças e Adolescentes, no dia 18 de maio. A primeira fase da operação foi em 2017. Em todo o Brasil, a operação movimentou 2600 policiais, cerca de um milhão de arquivos foram analisados, 578 mandatos de busca e apreensão  foram cumpridos no país.

 

Assista:

 

Por MaisPB

 

 

 

Acompanhe mais notícias do Paraíba em Minuto nas redes sociais: Facebook e Instagram.

Entre em contato com a redação do Paraíba em Minuto:

Telefone: (83) 98704-3401

WhatsApp: (83) 98704-3401

E-mail: redacaosantaritaverdade@gmail.com

Sobre Paraíba em Minuto

Veja Também

Jovem que aparece em vídeo sendo executada é reconhecida pela família

Policiais da Divisão de Homicídios de Porto Alegre investigam se uma jovem que foi executada ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.