Home / POLICIAL / Vigilante do Samu é assassinado a tiros na frente da esposa e do filho recém-nascido

Vigilante do Samu é assassinado a tiros na frente da esposa e do filho recém-nascido

A vítima que era vigilante e professor de artes marciais foi morto quando se preparava para ir deixar a esposa no trabalho.

A Polícia Militar esteve no local para realizar o isolamento para que a Polícia Civil fizesse a perícia (Foto: Reprodução)

Na manhã desta terça-feira (26), mais um vigilante foi assassinado em Campina Grande. O vigilante do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e professor de artes marciais Gomes da Silva, de 46 anos, foi atingido por três disparos de arma de fogo na frente da mulher e do filho recém-nascido.

 

De acordo com a Polícia Civil, a vítima estava em um carro, em frente à casa dele, e se preparava para ir deixar a esposa no trabalho quando o suspeito fez a abordagem, quando a vítima saiu do veículo e foi atingido pelos tiros.

 

A mulher estava no banco do passageiro com o filho do casal e presenciou toda a ação, identificando assim o autor dos disparos. Foi informado que a vítima teve uma discussão, dias antes, com o homem apontado como suspeito do crime, no mesmo bairro onde foi morto.

 

O local foi isolado pela Polícia Militar para que a Polícia Civil fizesse a perícia. Até o momento, o suspeito do crime ainda não foi localizado.

 

Em menos de dois dias, foi registrada a morte de dois vigilantes na cidade.

 

 

 

Paraíba em Minuto com ClickPB

 

 

Acompanhe mais notícias do Paraíba em Minuto nas redes sociais: Facebook e Instagram.

Entre em contato com a redação do Paraíba em Minuto:

Telefone: (83) 98704-3401

WhatsApp: (83) 98704-3401

E-mail: redacaosantaritaverdade@gmail.com

Veja Também

DF: Filhos matam pai após ele descumprir medida protetiva

DF: Filhos matam pai após ele descumprir medida protetiva (Imagem ilustrativa) Foto: Pexels Na noite desta ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.