Home / POLICIAL / Catadores encontram corpo de recém nascido em lixão no interior da Paraíba

Catadores encontram corpo de recém nascido em lixão no interior da Paraíba

lixao caapora - Catadores encontram corpo de recém nascido em lixão no interior da Paraíba

Um recém nascido foi encontrado por catadores em um lixão no município de Monteiro, interior da Paraíba. O caso aconteceu na manhã desta quinta-feira (2). A criança estava dentro de uma caixa de sapatos.

De acordo com o delegado Cristiano Santana, a polícia ainda está tentando identificar e localizar a mãe da criança e as circunstâncias que fizeram com que o bebê fosse parar no lixo.

“Pela manhã o transporte de coleta de lixos da município de Monteiro fez a coleta em determinado setor da periferia na cidade e deslocou esse material até o Lixão. Logo após o despejo, os catadores começaram a revirar os objetos e um dos catadores achou um algo estranho. Ao se aproximar, verificou que se tratava de uma caixa de sapato e que dentro estava com recém nascido”, disse.

O delegado não soube precisar se o bebê já estava morto quando foi encontrado e contou que o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência foi chamado imediatamente após a criança ser encontrada.

“A 14ª delegacia está em diligências e tenta levantar algumas informações preliminares para tentar identificar a genitora”, finalizou o delegado.

O corpo do bebê foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Campina Grande para ser periciado. De acordo com o delegado Gilson, que está ouvindo as testemunhas, ainda não há certeza se a criança estava morta no momento em que foi encontrada.

Paraíba em Minuto

Acompanhe mais notícias do Paraíba em Minuto nas redes sociais: Facebook e Instagram

Entre em contato com a redação do Paraíba em Minuto:

Telefone: (83) 98704-3401

WhatsApp: (83) 98704-3401

Veja Também

TRF-3 mantém condenação para o Ex-presidiário Lula pagar quase R$ 830 mil em honorários

Ex-presidente é investigado por eventual vantagem ilícita ao não pagar tributos e desviar recursos de entidade sem ...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

%d blogueiros gostam disto: