Home / CIDADES / Prefeitura vai bloquear salários de servidores que se recusarem a tomar vacina em Bayeux

Prefeitura vai bloquear salários de servidores que se recusarem a tomar vacina em Bayeux


Após um agente de saúde se recusar a tomar a vacina contra a Covid-19 e morrer em Bayeux, região metropolitana de João Pessoa, o Ministério Público da Paraíba (MPPB) promoveu, nessa quinta-feira (8), uma audiência com representantes da Secretaria de Saúde de Bayeux para recomendar o combate a ‘sommelier de vacina’, em que pessoas recusam se vacinar com imunizantes de determinados laboratórios. O MPPB também cobrou o envio de relatório sobre todos os agentes comunitários de saúde do município que recusaram qualquer tipo de vacina.

Como medida extraordinária, o secretário de Saúde do Município, Adriano do Táxi, afirmou em entrevista ao Sistema Arapuan de Comunicação nesta sexta-feira (9), que houve conversas com a prefeita Luciene Fofinho e foi decidido que, em caso de recusa dos servidores públicos que estejam dentro dos grupos prioritário e se recusem a tomar o imunizante contra a Covid-19, eles terão o seu salário bloqueado.

“A providência que a gente deve tomar é que o funcionário público que chegou a data, tiver do grupo e tiver idade, se ele não tiver com o cartão, vai ser bloqueado o pagamento dele”. explicou.

Já a população em geral, exista uma medida que está sendo estudada pela gestão que é a de bloquear os serviços bancários até que a pessoa, dentro do grupo e que chegou a idade, tome a vacina. “Vamos ver a questão de serviços bancários, se tiver na faixa e não tomar a vacina, não vai poder entrar dentro do banco”, explicou Adriano do Táxi.

Paraíba em Minuto com Hudson Almeida

Acompanhe mais notícias do Paraíba em Minuto nas redes sociais: Facebook e Instagram

Entre em contato com a redação do Paraíba em Minuto:

Telefone: (83) 98669-7489

Veja Também

João Pessoa tem mais de 600 vagas de emprego nesta semana

O Sine-JP disponibiliza esta semana, a partir desta segunda-feira (23) até esta sexta (27), 610 ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.