Home / POLICIAL / Justiça absolve Marvin Correia, acusado de ajudar assassino de família na Espanha

Justiça absolve Marvin Correia, acusado de ajudar assassino de família na Espanha

Marvin Henriques Correia, acusado de ser cúmplice da chacina da família brasileira em Pioz, na Espanha, foi inocentado pelo Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB). A sentença foi proferida na última terça-feira (13).

Marvin Correia era acusado de homicídio qualificado. Para a Justiça, o jovem incentivou Patrick Gouveia a matar o tio, Marcos Nogueira. O crime aconteceu em agosto de 2016.

Além do processo por participação no caso conhecido como a chacina da Espanha, Marvin Henriques Correia responde a um outro processo por estupro de vulnerável, quando estava em liberdade condicional em João Pessoa.

Condenação de Patrick Nogueira

A Justiça espanhola condenou à prisão perpétua o brasileiro François Patrick Nogueira Gouveia, que admitiu ter matado dois tios e dois primos em 2016 na cidade de Pioz. A sentença foi lida pela juíza Maria Elena Mayor Rodrigo, do tribunal de Guadalajara.

Patrick está detido desde 2016, quando se entregou às autoridades e confessou ter assassinado e esquartejado os tios Janaína Américo, de 40 anos; Marcos Campos Nogueira, de 39 anos; e os filhos do casal, de 1 e 4 anos de idade. No início de novembro, ele foi considerado culpado por um júri popular.

A prisão perpétua é a punição mais grave existente na Espanha, e pode ser revista a cada 25 anos. Patrick foi condenado à pena três vezes: pelas mortes dos primos e de Marcos. Pelo assassinato de Janaína, a punição é de 25 de anos prisão, segundo o jornal espanhol “El Mundo”.

Paraíba em Minuto

Acompanhe mais notícias do Paraíba em Minuto nas redes sociais: Facebook e Instagram

Entre em contato com a redação do Paraíba em Minuto:

Telefone: (83) 98669-7489

Veja Também

Urgente: Cabeça de mulher é encontrada por Crianças no meio da rua; imagem fortíssima

Na manhã desta sexta-feira (27) a cabeça de uma mulher, ainda não identificada, foi encontrada ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.