Home / GERAL / O que é que João Azevedo fez com o dinheiro do Covid?: Dinheiro não faltou e as dívidas aumentaram

O que é que João Azevedo fez com o dinheiro do Covid?: Dinheiro não faltou e as dívidas aumentaram

O relatório de acompanhamento dos gastos com a pandemia da Covid-19 na Paraíba, resultado de auditoria do TCE-PB, levanta inúmeros questionamentos sobre a aplicação de recursos do Governo Federal destinado a Paraíba.

Imagem: reprodução

De acordo com informações do 38° Relatório de Acompanhamento Gastos COVID 19 – Governo do Estado, a Paraíba teria recebido verba suficiente para arcar com as despesas provenientes do combate à Covid-19, durante o ano de 2020, porém o governo não pagou as dívidas e deixou acumular para o ano seguinte.

De acordo com o relatório, 69% dos recursos utilizados até 30/06/2021, tem por origem valores recebidos por transferência do Governo Federal, sendo que R$ 90 milhões ou cerca de 50% do total empenhado, são decorrentes de recursos recebidos em 2020 por conta do inciso I do art. 5° da LC 173/20 – fonte 119.

Segundo as informações do Governo do Estado, no Portal Covid-19 PB, foram inscritos em restos a pagar R$ 28.668.134,43; Os pagamentos até o final de junho somaram R$ 20.178.664,46; Em 30/06/2021, o saldo a pagar era de R$ 8.489.469,97; E houve anulação/cancelamento de Restos a Pagar no total de R$ 290.656,50.

Considerando a disponibilidade de recursos, é questionado, porque cento e oitenta dias depois do encerramento do exercício de 2020, persistem obrigações de restos a pagar equivalentes a quase 30% (29,61%) do total inscrito (R$ 28.668.134,43).

Paraíba em Minuto com Blog do BG

Acompanhe mais notícias do Paraíba em Minuto nas redes sociais: Facebook e Instagram

Entre em contato com a redação do Paraíba em Minuto:

Telefone: (83) 98669-7489

Veja Também

Covid-19: Spray nasal feito no Brasil pode estar disponível até 2022

Com apoio do Governo Federal: Vacina é desenvolvida por pesquisadores da USP, Unifesp e Fiocruz ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.