Home / HI-TECH / Urgente! Lojas Renner podem ter sido vítimas de ransomware; site sai do ar

Urgente! Lojas Renner podem ter sido vítimas de ransomware; site sai do ar

Até as lojas físicas estariam com as portas fechadas por incapacidade de operar seus sistemas. 

A The Hack recebeu informações na tarde desta quinta-feira (19) de que a rede de lojas varejistas Renner, especializada em vestuário masculino e feminino, foi vítima de um ataque de ransomware. Uma captura de tela que tem circulado pela web exibe a suposta nota de resgate deixada pelos criminosos, que indica o site (dentro da rede Onion) que os diretores da cadeia de lojas precisa acessar para obter mais informações a respeito de como pagar pela chave de decifragem.

Outra captura de tela recebida pela The Hack aparentemente retrata uma conversa entre funcionários da companhia através de um grupo no WhatsApp. Por lá, alguém diz que é “vírus”, “criptografou todo o data center” e que “tá tudo fora”, “todas as lojas”, “toda a infra (sic)”. A conversa indica ainda que até as lojas físicas estariam com as portas fechadas por incapacidade de operar seus sistemas. Tentamos contato telefônico com filiais da rede Renner para confirmar essa informação, mas não obtivemos sucesso até o momento.

Um ransomware, vale lembrar, é um tipo de malware (vírus de computador) que infecta dispositivos (computadores, celulares ou servidores) e criptografa todo o seu conteúdo, tornando aquele aparelho inutilizável. O criminoso responsável pelo ataque pede então um resgate em dinheiro, geralmente utilizando moedas digitais, para dar à vítima a chave que pode ser utilizada para desfazer essa criptografia. É de conhecimento do setor, porém, que o pagamento nem sempre é a melhor alternativa, já que o meliante pode não lhe ceder tal chave.

Queria mandar um monte de K’s pro wpp da firma que mandou notícia da Renner ter sido hsckeafa por bitcoiners, mas não quero ficar desempregada— mands 佐藤 (@moccihato) August 19, 2021

Se a conversa retratada na imagem acima for verdadeira, o ransomware teria criptografado toda a central de dados da cadeia de lojas, o que a impediria de atuar pela sua loja virtual e atrapalharia as vendas nas lojas físicas (que dependem de comunicação constante com o sistema central). Alguns tweets publicados no Twitter por supostos funcionários da rede parecem confirmar tal situação.

Como que se trabalha sem sistema??? #Renner— A⃒D⃒R⃒I⃒A⃒N⃒ G⃒O⃒L⃒D⃒A⃒N⃒I⃒ (@AdrianGoldani) August 19, 2021

No momento em que esta reportagem foi escrita, o site da Renner se encontrava fora do ar. Entramos em contato com a assessoria de imprensa da companhia; atualizaremos esta reportagem quando tivermos mais informações.

Atualização: 19/08, às 17h00

Nossa redação conseguiu contato com algumas unidades da rede Renner e as atendentes afirmaram que as lojas continuam com as portas abertas para recepcionar os clientes, mas que “estão com indisponibilidade no sistema” e, por isso, só estão aceitando pagamentos em dinheiro.

Fontes não confirmadas afirmam que o resgate solicitado seria de US$ 1 bilhão e que 2,6 mil servidores foram afetados.

Paraíba em Minuto

Acompanhe mais notícias do Paraíba em Minuto nas redes sociais: Facebook e Instagram

Entre em contato com a redação do Paraíba em Minuto:

Telefone: (83) 98669-7489

Veja Também

LIBERADO: WhatsApp agora funciona em até 4 dispositivos ao mesmo tempo

Nesta quarta-feira (14), o WhatsApp finalmente liberou uma função muito esperada pelos usuários. A empresa anunciou o ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.