Home / BRASIL / Mais de 1,1 mil advogados emitem nota de repúdio às falas do grupo de prerrogativas em jantar com Lula

Mais de 1,1 mil advogados emitem nota de repúdio às falas do grupo de prerrogativas em jantar com Lula

Um grupo de 1143 advogados de todo o Brasil, publicou NOTA DE REPÚDIO às falas dos advogados do grupo Prerrogativas em evento político, quais afirmaram que “Lula é o símbolo mais elevado da Justiça” e que disse “se o crime já aconteceu, o que adianta punir, que se puna, mas que não se ache que a punição irá combater a corrupção.”

A referida nota enfatiza que “A advocacia brasileira não glamouriza o crime, o criminoso, a injustiça, a impunidade e a corrupção. A maioria dos bons advogados primam pela correção de atitudes, pela ética, pela moralidade, respeito às leis e a justiça. A fala de um advogado ao dizer que Lula é o símbolo mais elevado da Justiça configura-se uma afronta ao bom senso e tem como condão criar uma fantasia absurda, a afirmativa não se sustenta perante seus pares de profissão e nem ao crivo da crítica da sociedade que não se deixa enganar com falsa verdade. “


A Advocacia brasileira não compactua com essa fala e nem assumirá compromisso de caminhar ao lado de um criminoso condenado pela Justiça para recolocá-lo na Presidência da República, se tal premissa se concretizar, demonstrará que o Brasil é um País doente em estado terminal de uma sepse combinada de corrupção, injustiça e impunidade.
Os Advogados signatários RECHAÇAM as referidas falas conclamando união aos Advogados de todo o Brasil na luta incessante pela ética, moralidade, respeito às leis e a Justiça, equilíbrio necessário ao Estado Democrático de Direito.

Veja documento:Manifesto-de-Repudio-PRERROGATIVAS-LULABaixar

Paraíba em Minuto

Acompanhe mais notícias do Paraíba em Minuto nas redes sociais: Facebook e Instagram

Entre em contato com a redação do Paraíba em Minuto:

Telefone: (83) 98669-7489

Veja Também

VÍDEO: Dois policiais rodoviários federais são mortos a tiros em viaduto na BR-116, em Fortaleza

Homem envolvido no assassinato dos agentes também morreu em confronto com a polícia Dois agentes ...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

%d blogueiros gostam disto: