Home / POLITICA / Seleção do Hospital Metropolitano era fraudada e deputados e vereadores indicavam apadrinhados no lugar dos aprovados – VEJA VÍDEO DA DELAÇÃO

Seleção do Hospital Metropolitano era fraudada e deputados e vereadores indicavam apadrinhados no lugar dos aprovados – VEJA VÍDEO DA DELAÇÃO

O ex responsável pela Cruz Vermelha, Daniel Gomes, relata que cada vereador e deputado da base aliada do ex-governador Ricardo Coutinho dispunha de vagas em seleção da saúde.

De acordo com a delação, os deputados da base e vereadores aliados de João Pessoa e de Santa Rita teriam entre 30 e 50 vagas para indicar para a seleção do Metropolitano.

As provas eram conduzidas para que os resultados saíssem satisfatórios e notas foram adulteradas para isso. No esquema, profissionais mais aptos eram prejudicados por não pertencer aos grupos dos governistas.

Daniel disse que vários candidatos chegavam sem condições de prestar atendimento e foram desligados ainda na fase de experiência. Após as demissões, novos candidatos que ainda pertenciam as listas, eram chamados.

Daniel ainda disse que sob recomendação de Ricardo Coutinho evitava contado direto com os parlamentares: “Se eu dissesse sim, era bom por que significava que eu fazia aquilo pro governo, nos exporia. Se eu dissesse não, o deputado poderia fazer oposição”.

Veja o vídeo:

Paraíba em Minuto com Polêmica Paraíba

Acompanhe mais notícias do Paraíba em Minuto nas redes sociais: Facebook e Instagram

Entre em contato com a redação do Paraíba em Minuto:

Telefone: (83) 98704-3401

Sobre Paraíba em Minuto

Veja Também

PGR Augusto Aras arquiva pedido de afastamento de Bolsonaro feito por Marco Aurélio: Não há embasamento jurídico

O procurador geral da República, Augusto Aras, arquivou a notícia-crime que pedia o afastamento do ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.