Home / POLITICA / Em meio à Pandemia: TJPB recebe denúncia e afasta Berg Lima da Prefeitura de Bayeux, Prefeito vai recorrer

Em meio à Pandemia: TJPB recebe denúncia e afasta Berg Lima da Prefeitura de Bayeux, Prefeito vai recorrer

Em meio a Pandemia TJPB afasta o prefeito Berg Lima e trás mais caos a cidade de Bayeux.

Defesa de Berg diz que vai recorrer a decisão do tribunal de Justiça.

Por 11×1, o Tribunal de Justiça da Paraíba recebeu a denúncia
contra o prefeito de Bayeux, Berg Lima, acusado pelo Ministério Público
de contratar funcionários fantasmas na gestão municipal.

De acordo com o MP, o prefeito empregou pessoas próximas a ele que não prestavam serviço e dividia o dinheiro entre eles.

O relator do processo, desembargador Joás de Brito, no entanto, além de acatar a denúncia pediu o afastamento de Berg Lima.

Ele foi acompanhado por 11 desembargadores. Apenas um votou contra o afastamento.

Em suas argumentações, os magistrados destacaram a reincidência do prefeito de Bayeux na prática delitiva, o que justifica o afastamento do gestor.

“Estamos em um período eleitoral. É importante o eleitor respeitar o
seu voto. Berg Lima não tem a mínima condições de estar a frente da
Prefeitura de Bayeux porque o histórico é terrível”, destacou o
desembargador Oswaldo Trigueiro.

Um ponto muito discutido durante a sessão foi se Berg Lima, além de
afastado, deveria também ser alvo de prisão preventiva. O desembargador
relator disse ter enxergado elementos suficientes para determinar a
prisão, mas acabou optando apenas pelo recebimento da denúncia e
afastamento do cargo.

Com a decisão, o presidente da Câmara, Jefferson Kita (PSB), deve
assumir o cargo interinamente e convocar eleições indiretas para o
comando do município.

Isso por que o vice-prefeito da cidade, Luiz Antônio (PSDB), foi cassado pela Câmara Municipal em 2018, após
denúncias de corrupção. Ele chegou a comandar o município por alguns
meses após o primeiro afastamento do prefeito Berg Lima.

Paraíba em Minuto

Sobre Paraíba em Minuto

Veja Também

URGENTE: PGR pede a Fachin para suspender tramitação do inquérito ilegal da Censura

O procurador-geral da República, Augusto Aras, pediu ao ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.