Home / CIDADES / EM BAYEUX: Câmara decide manter amanhã sessão que vai julgar cassação de Berg Lima

EM BAYEUX: Câmara decide manter amanhã sessão que vai julgar cassação de Berg Lima

A Câmara Municipal de Bayeux decidiu, no início da noite desta quarta-feira (02), manter amanhã a sessão que vai julgar o relatório que pede a cassação do prefeito de Bayeux, Berg Lima (Podemos). Mais cedo, a Mesa Diretora da Casa chegou a cogitar o adiamento da votação.

À reportagem do Polêmica Paraíba, o presidente da Câmara, Jeferson Kita (PSB), afirmou que a decisão de manter a sessão amanhã aconteceu por causa da pressão sobre a Câmara Municipal. “Bayeux precisa de uma estabilidade, se vai cassar ou se não vai cassar, então a Câmara precisa tomar uma decisão e o que a Mesa Diretora decidiu foi isso”, informou.

O adiamento da votação chegou a ser cogitado porque, de acordo com Jeferson Kita, não havia certeza se a recém-empossada Mesa Diretora, que tomou posse ontem, teria tempo para analisar o processo juntamente com a nova assessoria jurídica da Câmara.

Mais cedo, a defesa do prefeito Berg Lima informou que “encontra=se pronta para demonstrar através de documentos contundentes a inocência de Berg Lima”. A Câmara Municipal de Bayeux é composta por 17 vereadores.  Para que o prefeito seja cassado, são necessários 12 votos favoráveis ao parecer aprovado pela Comissão Processante.

Nesse processo legislativo, o prefeito Berg Lima é acusado de ter cometido irregularidades em contratos de locação de veículos com a Prefeitura Municipal de Bayeux. No final do mês, a comissão processante aprovou um relatório que pede a cassação do gestor. A defesa de Berg Lima nega qualquer irregularidade.

Entenda

Em 18 de dezembro de 2018, o Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) decidiu reconduzir ao cargo, o prefeito eleito em 2016, Berg Lima, após um ano e meio afastado da prefeitura. Ele é suspeito de ter extorquido um fornecedor do município em troca de pagamentos em atraso, em 05 de julho de 2017, quando foi detido em flagrante.

Com o afastamento de Berg Lima, a cidade foi governada pelo ex-vice prefeito, Luiz Antônio (PSDB), e depois pelo presidente da Câmara da cidade, Mauri Batista, mais conhecido como Noquinha (PSL). Desde então, a administração municipal sofreu com inúmeros problemas, como ineficiência na coleta de lixo, falta de pagamentos a servidores e fornecedores, além de suspeitas de irregularidades em contratos da prefeitura.

Com a última decisão do TJPB, o prefeito segue no cargo e respondendo ao processo sem precisar cumprir nenhuma medida cautelar que o afaste do comando da cidade.



Paraíba em Minuto com Polêmica Paraíba

Acompanhe mais notícias do Paraíba em Minuto nas redes sociais: Facebook e Instagram.
Entre em contato com a redação do Paraíba em Minuto:

Telefone: (83) 98704-3401

WhatsApp: (83) 98704-3401

E-mail: redacaosantaritaverdade@gmail.com

Sobre Paraíba em Minuto

Veja Também

Passagens de ônibus de João Pessoa passam a custar R$ 3,95 neste Domingo

A tarifa do transporte coletivo urbano de João Pessoa passará a ter um novo valor ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.