Home / PARAÍBA / Celulares irregulares de 15 estados começam a receber alertas de bloqueio

Celulares irregulares de 15 estados começam a receber alertas de bloqueio

A partir de segunda-feira mensagens de alerta sobre o bloqueio de celulares irregulares serão enviadas para aparelhos de todos os estados da região nordeste, dois da região sudeste, Minas Gerais e São Paulo, e quatro do norte: Amapá, Amazonas, Pará e Roraima.

Segundo a Anatel, Agência Nacional de Telecomunicações, o bloqueio só vai ocorrer em 24 de março deste ano, 75 dias após o início do envio das mensagens. Outros dois alertas serão enviados antes da interrupção do serviço. A autarquia ressalta que a medida vale somente para celulares irregulares habilitados nas redes das prestadoras a partir de sete de janeiro de 2019.

A orientação é que ao receber a mensagem, o usuário deve procurar a empresa ou pessoa que vendeu o aparelho e buscar seus direitos como consumidor.

O aparelho é considerado irregular quando não tem o selo da Anatel que garante a certificação e a qualidade do equipamento. A Agência lembra que celulares sem o selo não passaram pelos testes de segurança, e podem aquecer, dar choques elétricos, emitir radiação, explodir e causar incêndio.

Quem tiver dúvidas sobre a regularidade de seu aparelho, pode consulta-lo no portal da autarquia anatel.gov.br/celularlegal informando o número do IMEI, que é um código composto por 15 números, utilizado internacionalmente, que permite identificar a marca e modelo do aparelho.

O bloqueio de celulares irregulares já foi implantado em 12 estados.

Paraíba em Minuto

Acompanhe mais notícias do Paraíba em Minuto nas redes sociais: Facebook e Instagram.
Entre em contato com a redação do Paraíba em Minuto:

Telefone: (83) 98704-3401

WhatsApp: (83) 98704-3401

E-mail: redacaosantaritaverdade@gmail.com

Sobre Paraíba em Minuto

Veja Também

Banhistas podem aproveitar 35 praias do litoral paraibano no feriadão de Páscoa

Neste feriadão de páscoa, 35 praias do litoral paraibano estão liberadas ao banho, de acordo ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.