Home / POLICIAL / Mulher é morta após briga por levar bolo e não salgado a festa junina, diz polícia

Mulher é morta após briga por levar bolo e não salgado a festa junina, diz polícia

Crime, no interior de São Paulo, foi presenciado por três filhos da vítima.

A dona de casa Vanderléia Inácio dos Santos, 25 anos, foi morta a tiros em uma festa junina em Sete Barras, no interior de São Paulo, no sábado (15). Segundo o Uol, o crime aconteceu durante uma discussão com um homem de 47 anos, que efetuou os disparos na frente dos filhos de Vanderléia.

A briga começou porque Vanderléria levou para a festa um bolo ao invés de um salgado, como estava combinado previamente. Houve uma discussão, o homem foi até o carro, pegou a arma e voltou para atirar na vítima.

Ao G1, o cunhado da vítima, Nelson Gonçalves, 46 anos, diz que a família não conhecia bem o atirador e que a briga começou depois que Vanderléia ofereceu um pedaço de bolo à mulher do criminoso. O homem fez várias críticas ao bolo e xingou Vanderléia, que tinha feito a comida. “Ele falou para a esposa ‘não come essa porcaria que eu compro coisa melhor para você’”. E acrescenta: “Ele deu o primeiro tiro no peito e ela caiu. Depois ele deu um tiro dentro da boca. O terceiro foi na testa. Depois ele pegou ela, jogou pelo braço e falou ‘toma o lixo de vocês’”.

O cunhado diz que os três filhos mais velhos de Vanderléia presenciaram o crime e a menina de 6 anos estava atrás da mãe quando ela foi baleada. “A gente não tinha nenhum contato com ele. Ele veio do Rio Grande do Sul para tomar conta de uma fazenda da região, mas era mal falado. Chegou na cidade há uns dois anos. Ele tomava conta de uma fazenda a 3 km do crime”, afirma. Ele pede justiça.  “Ele nem chegou a ser preso. Ele saiu pela porta da frente no mesmo dia em que se apresentou à polícia. Queremos que ele responda por feminicídio.”

Depois do crime, o suspeito fugiu. Quando a Polícia Militar chegou, já encontrou Vanderléia sem vida. Na terça (18), o suspeito se apresentou com o advogado na delegacia. Não houve flagrante e, por isso, ele não ficou preso. Foi apenas ouvido e liberado.

O caso foi registrado como homicídio qualificado e o inquérito ainda está em andamento. Vanderléia deixou quatro filhos, com idades de 10 meses a 8 anos.

Paraíba em Minuto

Acompanhe mais notícias do Paraíba em Minuto nas redes sociais: Facebook e Instagram

Entre em contato com a redação do Paraíba em Minuto:

Telefone: (83) 98704-3401

WhatsApp: (83) 98704-3401

Sobre Paraíba em Minuto

Veja Também

Idosa de 71 anos é estuprada e espancada dentro de casa por adolescentes na Paraíba

Um fato lamentável foi registrado na noite da última quinta-feira(10) no Sítio Amaro, zona rural ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.