Home / ESPORTE / CAMPEONATO BRASILEIRO: Soberano no Brasileirão, Cruzeiro joga pelo título contra Goiás

CAMPEONATO BRASILEIRO: Soberano no Brasileirão, Cruzeiro joga pelo título contra Goiás

Soberano no Brasileirão, Cruzeiro joga pelo título contra Goiás

O grito de bicampeão tem tudo para ecoar no Mineirão neste domingo. Líder isolado do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro fica com a taça pela segunda vez consecutiva com uma vitória simples contra o Goiás. O jogo da título acontece às 17 horas (de Brasília), no Mineirão, que vai receber um grande público confiante na conquista antecipada do Brasileirão.

O Cruzeiro tem 73 pontos, seis a mais que o São Paulo, segundo colocado. Até mesmo com uma derrota, a equipe celeste fica com o título, mas neste caso, será necessário que o Tricolor não vença o Santos na rodada.

O atacante Willian esbanja confiança em ser campeão neste domingo, mas pede respeito ao Goiás. O jogador conta ainda com a força da torcida para ajudar a completar a festa celeste que pode acontecer no Mineirão.

“Nós dependemos da gente mais uma vez. O estádio vai estar lotado com o apoio da nossa equipe, para fazer uma boa partida e, se Deus quiser, conquistar mais esse título. Falta pouco, está todo mundo de parabéns, principalmente pela luta, agora é que nosso torcedor lote o Mineirão mais uma vez, com respeito ao time do Goiás, mas esperamos coroar com mais um título importantíssimo”, declarou.

O técnico Marcelo Oliveira ainda não definiu a equipe que vai entrar em campo, mas o treinador tem problemas. O lateral-esquerdo Samudio e o volante Willian Farias levaram o terceiro cartão amarelo e não poderão enfrentar o Esmeraldino. Egídio, que ainda se recupera de lesão, deverá atuar no Mineirão. No meio-campo, Lucas Silva deverá ficar com a vaga.

A Raposa ainda pode ter mais desfalques. O lateral-direito Ceará e o atacante Marquinhos deixaram o campo, ainda no primeiro tempo contra o Grêmio, machucados e devem ficar de fora contra o Goiás para evitar o agravamento das dores para a sequência de jogos da equipe.

Em contrapartida, o time celeste poderá contar com os retornos de Henrique, que estava suspenso, e Marcelo Moreno, que não pode enfrentar o Grêmio por força de contrato. O treinador cruzeirense ainda vai decidir se poupa alguns titulares devido ao desgaste das partidas e também em função da disputa do título da Copa do Brasil, contra o arquirrival Atlético-MG.

Livre do risco de rebaixamento e sem chance de Libertadores, o Goiás ocupa a 12ª colocação da tabela, com 44 pontos, e não quer ser um mero coadjuvante na festa cruzeirense. Mesmo elogiando o adversário, o capitão esmeraldino Amaral, garante que o pensamento da equipe é trazer pontos de Minas Gerais.

“O Cruzeiro é um time que tem jogadores de muita qualidade, sabemos que vamos encontrar uma dificuldade grande. Vamos procurar fazer uma grande partida e fazer frente a eles”, comentou o volante. Com uma sequência de duas derrotas, o Verdão quer pontuar nas rodadas finais do Campeonato Brasileiro para atingir seu objetivo nesta reta final de competição, que é garantir vaga na Copa Sul-Americana.

“Queremos pontuar nesses três últimos jogos, principalmente para garantir uma vaga na Copa Sul-Americana, onde não estamos garantidos ainda. E também não queremos terminar o Brasileirão com uma sequência de derrotas”, concluiu o volante Amaral.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO X GOIÁS

Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 23 de novembro de 2014, domingo
Horário: 17h (de Brasília)
Árbitro: Paulo H Godoy Bezerra (SC)
Assistentes: Carlos Berkenbrock (SC) e Nadine Schramm Camara Bastos (SC)

CRUZEIRO: Fábio; Mayke, Léo, Bruno Rodrigo e Egídio; Henrique, Nilton (Lucas Silva), Everton Ribeiro e Ricardo Goulart; Willian e Marcelo Moreno
Técnico: Marcelo Oliveira

GOIÁS: Renan; Felipe Macedo, Jackson, Pedro Henrique e Felipe Saturnino; Amaral, Rodrigo, Thiago Mendes e Ramon; Esquerdinha e Erik
Técnico: Ricardo Drubscky

Veja Também

Botafogo-PB vence o Sport pela Copa do Nordeste e quebra tabu de quase 37 anos

O único gol da partida foi marcado já no segundo tempo, por Gustavo Coutinho, artilheiro ...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

%d blogueiros gostam disto: