Home / CIDADES / Empresário que denunciou Berg Lima diz que foi orientado por Luiz Antônio a denunciar propina

Empresário que denunciou Berg Lima diz que foi orientado por Luiz Antônio a denunciar propina

Além do ex-gestor, a Justiça ouve, hoje, mais 11 testemunhas, em audiência de instrução e julgamento.

O empresário João Paulino disse que foi Luiz Antônio quem fez a ponte entre ele e Berg (Foto: Reprodução)

O empresário que denunciou o prefeito afastado de Bayeux, Berg Lima, prestou depoimento nesta segunda-feira (06) no Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) e disse que foi orientado pelo vice-prefeito Luiz Antônio a denunciar Berg sobre pagamento de propina.

 

Além do ex-gestor, a Justiça ouve, hoje, mais 11 testemunhas, em audiência de instrução e julgamento. O empresário João Paulino disse, ainda, que foi Luiz Antônio quem fez a ponte entre ele e Berg, para que recebesse os valores devidos pela gestão anterior.

 

O Pleno do Tribunal de Justiça da Paraíba recebeu a denúncia oferecida pelo Ministério Público estadual contra Berg Lima, em novembro de 2017 e, com isso, foi aberta uma Ação Penal para apurar o suposto recebimento de propina, pelo então prefeito, do empresário João Paulino de Assis, dono da Sal & Pedra Receptivo, fornecedor de refeições do Município de Bayeux. Berg foi preso em flagrante no dia 05 de abril de 2017, após a divulgação de um vídeo.

 

Segundo o empresário, Luiz Antônio estranhou a cobrança de propina por Berg. “Ele já tinha ido lá falar com o prefeito, ele que fez essa ponte”, explicou, afirmando que, depois Luiz Antônio quis saber se o pagamento havia sido feito, e foi quando ele informou sobre a exigência da propina. “Rapaz, recebi, agora, tive que dar uma propina. Aí ele achou estranho ter que pagar propina para poder receber”, contou o empresário.

 

De acordo com matéria do Portal Correio, o empresário afirmou que Luiz Antônio assumiu ter celebrado um aditivo para que Paulino continuasse fornecendo alimentos à Prefeitura de Bayeux.

 

Diante do depoimento, o advogado de defesa de Berg, Raoni Vita, afirmou que houve uma armação feita pelo empresário para derrubar o prefeito do poder e observou que as testemunhas convocadas pela defesa têm participação direta na administração pública do município de Bayeux.

 

 

 

Paraíba em Minuto

 

 

Acompanhe mais notícias do Paraíba em Minuto nas redes sociais: Facebook e Instagram.

Entre em contato com a redação do Paraíba em Minuto:

Telefone: (83) 98704-3401

WhatsApp: (83) 98704-3401

E-mail: redacaosantaritaverdade@gmail.com

Sobre Paraíba em Minuto

Veja Também

Cagepa interrompe abastecimento d’água em quatro bairros da Capital nesta quinta-feira

A Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) realiza, nesta quinta-feira (9), manutenção no ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.