Home / POLICIAL / PMs salvam bebê de apenas 21 dias que tinha parado de respirar; veja o vídeo

PMs salvam bebê de apenas 21 dias que tinha parado de respirar; veja o vídeo

Pais entraram correndo no batalhão pedindo socorro para bebê de apenas 21 dias Foto: Reprodução
Pais entraram correndo no batalhão pedindo socorro para bebê de apenas 21 dias Foto: Reprodução

Os pais de um recém-nascido viveram momentos de emoção na noite de ontem em Marília, município do interior do estado de São Paulo. Eles entraram no 9º Batalhão da Polícia Militar às pressas, pedindo socorro, pois a criança tinha engasgado e parado de respirar.

Um vídeo divulgado no Facebook da PM mostra o desespero dos pais, e o momento em que pedem ajuda aos dois cabos de plantão no batalhão, Renato Taroco e Robson Thiago de Souza. Os agentes conseguiram realizar a manobra de Heimlich e desobstruir as vias aéreas do bebê, de apenas 21 dias de idade.

— Estávamos realizando a guarda do quartel quando uma mãe entrou desesperada, gritando ‘Salva meu filho’. — disse Taroco. — A criança chegou desacordada, roxa e sem batimento cardíaco. Tivemos que realizar a manobra três vezes e apenas na terceira tentativa conseguimos reanimá-lo.

O caso aconteceu por volta das 20 horas de segunda-feira, mas as imagens só foram divulgadas na manhã de hoje.

O bebê tinha engasgado com leite. Após ser salvo pelos dois policiais, o bebê foi encaminhado a um hospital para atendimento médico e passa bem.

— É uma sensação maravilhosa. Quando senti seu coração batendo em minha mão, chorei – contou Taroco.

Paraíba em Minuto

Acompanhe mais notícias do Paraíba em Minuto nas redes sociais: Facebook e Instagram

Entre em contato com a redação do Paraíba em Minuto:

Telefone: (83) 98704-3401

WhatsApp: (83) 98704-3401

Sobre Paraíba em Minuto

Veja Também

Najila, que denunciou Neymar, é acusada de difamação por dizer que polícia está ‘comprada’

Advogado carrega Najila depois do depoimento Foto: Amanda Perobelli / Reuters SÃO PAULO – A ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.