Home / ESPORTE / Jogador Brasileiro Dalbert é vítima de racismo na Itália, e jogo é interrompido pela arbitragem

Jogador Brasileiro Dalbert é vítima de racismo na Itália, e jogo é interrompido pela arbitragem

Fiorentina's Brazilian defender Dalbert (L) helps Juventus' Portuguese forward Cristiano Ronaldo get up after he fell following an overhead kick during the Italian Serie A football match Fiorentina vs Juventus on September 14, 2019 at the Artemio-Franchi stadium in Florence. (Photo by Vincenzo PINTO / AFP)

Foto: VINCENZO PINTO / STF

Mais uma triste página para a história do futebol italiano. O lateral-esquerdo Dalbert, da Fiorentina, foi vítima de cantos racistas por parte da torcida da Atalanta, em partida disputada neste domingo.

O brasileiro avisou o ocorrido ao árbitro Daniele Orsato, que decidiu interromper a partida. No final, o placar terminou empatado em 2 a 2.

O ato lamentável aconteceu aos 31 minutos do primeiro tempo e o sistema de som do estádio Ennio Tardini avisou ao público presente sobre a paralisação. Após vaias vindas das arquibancadas, a bola voltou a rolar três minutos depois.

Dentro de campo, a Fiorentina abriu o placar com Chiesa, aos 24 minutos, mas sofreu o empate aos 20 do segundo tempo, com Frank Ribéry. Aos 39, a Atalanta reagiu com Ilicic, mas Castagne empatou aos 50 para a Viola.

Dalbert tem 26 anos e destacou pelo Nice, da França. A Internazionale, da Itália, o contratou por € 20 milhões (cerca de R$ 91 milhões) e o emprestou à Fiorentina. Além do lateral-esquerdo, a Viola contratou recentemente o atacante Pedro, que estava no Fluminense.

Paraíba em Minuto

Acompanhe mais notícias do Paraíba em Minuto nas redes sociais: Facebook e Instagram

Entre em contato com a redação do Paraíba em Minuto:

Telefone: (83) 98704-3401

Sobre Paraíba em Minuto

Veja Também

Flamengo chega a 78% de chance de ser campeão brasileiro; Palmeiras tem 16%

Jesus diz que não tem como descansar time no momento Foto: Alexandre Vidal/Flamengo Com cinco ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.