Home / BRASIL / VACINA DA CHINA: Anvisa suspende testes com a vacina da Sinovac, após morte de voluntario

VACINA DA CHINA: Anvisa suspende testes com a vacina da Sinovac, após morte de voluntario

Anvisa afirmou ter interrompido o estudo “para avaliar os dados observados até o momento e julgar o risco/benefício da continuidade do estudo”

Nesta segunda-feira (09), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), informou que interrompeu os testes da vacina CoronaVac, da empresa chinesa Sinovac.

Os testes da vacina contra Covid-19, foram interrompidos devido a ocorrência de uma situação grave com um dos voluntários que receberam a vacina. 

Segundo o jornal Reuters, o presidente do Instituto Butantan, que é responsável pelo estudo no país, disse se tratar de uma morte não relacionada à vacina.

“O evento ocorrido no dia 29/10 foi comunicado à Anvisa, que decidiu interromper o estudo para avaliar os dados observados até o momento e julgar sobre o risco/benefício da continuidade do estudo”, afirmou a Anvisa em nota.

Com a interrupção do estudo, nenhum novo voluntário poderá ser vacinado. A Anvisa não informou se o resultado adverso ocorreu no Brasil ou em algum outro país em que a vacina está sendo testada.

O presidente do Instituto Butantan, disse em entrevista na TV Cultura, que o voluntário morreu, mas que a morte dele não estaria ligada com a vacina. Na visão dele, não há justificativa para a paralisação dos testes.

A Anvisa reforçou em nota, que os dados dos voluntários são mantidos em sigilo, para estarem de acordo com as regras de proteção aos participantes dos estudos. O Governo de São Paulo se manifestou sobre o caso.

“O governo de São Paulo, através do Instituto Butantan, lamenta ter sido informado pela imprensa e não diretamente pela Anvisa, como normalmente ocorre em procedimentos clínicos desta natureza, sobre a interrupção dos testes da vacina CoronaVac”.

“O Butantan aguarda informações mais detalhadas do corpo clínico da Agência Nacional de Vigilância Sanitária sobre os reais motivos que determinaram a paralisação.”, afirma nota.

A Sinovac também se manifestou e afirmou estar confiante sobre a segurança da vacina. “Depois de nos comunicarmos com o parceiro brasileiro, Instituto Butantan, soubemos que o presidente do Instituto Butantan acredita que este evento adverso grave não tem relação com a vacina”, disse a empresa.

Paraíba em Minuto

Acompanhe mais notícias do Paraíba em Minuto nas redes sociais: Facebook e Instagram

Entre em contato com a redação do Paraíba em Minuto:

Telefone: (83) 98704-340

Sobre Paraíba em Minuto

Veja Também

DERROTA DA LACRAÇÃO DE NOVO: Modelo Trans perde ação contra Sikêra Jr e ainda vai pagar as custas judiciais

Mais uma vitória na justiça para a conta de Sikêra Jr. O apresentador da RedeTV! ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.