Home / PARAÍBA / Aliados de Netinho promovem protesto e criticam juiz em Santa Rita

Aliados de Netinho promovem protesto e criticam juiz em Santa Rita

ODMFJ-1
Ex-comissionados de Netinho de Várzea Nova

Cerca de vinte pessoas se reuniram na manhã de hoje às margens da BR-230, na localidade da Maza, próxima a Bayeux, para realizar um protesto contra a gestão de Reginaldo Pereira (PRP). O ato teve queima de pneus e prejudicou o tráfego entre Bayeux e Santa Rita. O objetivo era demonstrar insatisfação com a administração do prefeito Reginaldo Pereira, que retornou ao cargo há algumas semanas e disse ter encontrado um “caos financeiro” nos cofres públicos da prefeitura.

Alguns ex-comissionados ligados ao vice-prefeito Netinho de Várzea Nova foram flagrados com faixas de hostilidade ao prefeito eleito, queimando pneus e acabaram provocando transtornos aos motoristas que nada tem a ver com a briga pelo poder que ocorre em Santa Rita.

Aliás, no protesto sobrou até para o juiz Aluizio Bezerra, cuja decisão tomada no dia 18 de dezembro na qualidade de substituto de desembargador do Tribunal de Justiça, permitiu o retorno de Reginaldo ao cargo de prefeito. O magistrado concedeu o pedido de tutela ajuizado pelos advogados do então prefeito afastado de Santa Rita, anulando os decretos legislativos que haviam determinado sua cassação e permitindo sua reintegração ao cargo do qual havia sido cassado em abril deste ano. Uma das faixas exibidas hoje no ato público dizia que Aluizio não era maior do que o povo. Outra, o acusava de corrupção.

PR_I-1
O clima de terrorismo praticado em Santa Rita começou no fim do ano passado, com práticas de ofensas contra Reginaldo Pereira, desde o momento que ele declarou abertamente que iria promover uma auditoria a fim de combater a corrupção na administração municipal.

Ontem, a cidade de Santa Rita amanheceu com pichações em prédios públicos com mensagens negativas a Reginaldo Pereira.

NUYM-1

PIO75N4Q-1

Veja Também

Desemprego cai para 13,2% em agosto e atinge 13,7 milhões de brasileiros, diz IBGE

Número de empregados tem crescimento de 4% na comparação com o trimestre móvel anterior e ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.