Home / POLICIAL / Polícia prende suspeitos de integrar organização que clona cartões em João Pessoa

Polícia prende suspeitos de integrar organização que clona cartões em João Pessoa

A polícia constatou, após investigações, que os suspeitos já fizeram mais de 20 vítimas em João Pessoa.

Suspeitos foram presos em flagrante, em João Pessoa (Foto: DDF)

A Polícia Civil da Paraíba prendeu na manhã desta segunda-feira (24) dois suspeitos de fazerem parte de uma quadrilha especializada em clonagem de cartões de crédito e aquisição de produtos em nome de várias vítimas, em João Pessoa. Os suspeitos foram presos em suas residências, no bairro de Valentina, na Capital.

 

Matheus Dantas Xavier, de 23 anos, e Marcos Antônio Bezerra de Lima, de 30 anos, foram presos pela Delegacia de Defraudações e Falsificações de João Pessoa (DDF). A polícia constatou, após investigações, que os suspeitos já fizeram mais de 20 vítimas em João Pessoa e causaram um prejuízo superior a R$ 200 mil.

 

As investigações foram iniciadas há uma semana. Em poder deles, foram encontrados produtos adquiridos com cartões clonados e equipamentos eletrônicos que serão periciados.

 

Eles foram presos em flagrante e responderão pelos crimes de furto qualificado, estelionato e associação criminosa, segundo a DDF, podendo ser condenados a mais de 18 anos de reclusão.

 

Os suspeitos ainda vão passar por audiência de custódia, perante a Justiça.

Imagens divulgadas pela Polícia Civil/ DDF
Imagens divulgadas pela Polícia Civil/ DDF

 

 

 

Acompanhe mais notícias do Paraíba em Minuto nas redes sociais: Facebook e Instagram.
Entre em contato com a redação do Paraíba em Minuto: 

Telefone: (83) 98704-3401

WhatsApp: (83) 98704-3401

E-mail: redacaosantaritaverdade@gmail.com

Sobre Paraíba em Minuto

Veja Também

Agentes cobrariam R$ 15 mil para introduzir celulares no PB1, em João Pessoa

Agentes penitenciários da Paraíba estão sendo investigados por facilitar a entrada de aparelhos celulares na ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.