Home / POLICIAL / Pai e filho de 3 anos são baleados após tentarem fugir de assalto em Aroeiras, PB

Pai e filho de 3 anos são baleados após tentarem fugir de assalto em Aroeiras, PB

Criança de apenas três anos e o pai foram levados para o Hospital de Trauma de Campina em estado grave.

As duas vítimas foram levadas para o Hospital de Trauma de Campina Grande (Foto: Reprodução/TV Paraíba/Arquivo)
As duas vítimas foram levadas para o Hospital de Trauma de Campina Grande (Foto: Reprodução/TV Paraíba/Arquivo)

Pai e filho foram baleados durante um assalto na zona rural da cidade de Aroeiras, no Agreste da Paraíba, na noite de quarta-feira (11). Segundo informações da Polícia Militar, os dois seguiam em um motocicleta quando acabaram encontrando assaltantes nas imediações do sítio onde moram.

O pai acreditou que não fosse percebido pelo criminosos e tentou fugir, mas os suspeitos perceberam e atiraram contra os dois. O filho, de apenas de três anos, foi atingido por dois tiros e o pai por um. De acordo com a polícia, após os tiros, os suspeitos fugiram sem levar nenhum objeto das vítimas baleadas.

Os dois baleados foram socorridos e encaminhados para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande. Segundo informações repassadas pelo hospital, os dois deram entrada em estado grave. No início da manhã desta quinta-feira (12), a criança seguia em estado grave, enquanto o pai tinha o quadro clínico considerado estável.

A Polícia Militar foi acionada, realizou buscas, mas os suspeitos de balearem pai e filho não tinham sido localizados.

 

 

Do G1 Paraíba

 

 

Acompanhe mais notícias do Paraíba em Minuto nas redes sociais: Facebook e Instagram.

Entre em contato com a redação do Paraíba em Minuto: 

Telefone: (83) 98704-3401

WhatsApp: (83) 98704-3401

E-mail: redacaosantaritaverdade@gmail.com

Veja Também

Polícia Federal cumpre 48 mandados contra acusados de tráfico interestadual na Paraíba e mais 12 estados

As ordens judicias foram expedidas pela Vara de Entorpecentes de Campina Grande/PB, após manifestação favorável ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.